X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Um bilhão de vacinas de Oxford contra a Covid-19 vão para países em desenvolvimento

| 04/06/2020 17:18 h | Atualizado em 04/06/2020, 17:46

A empresa AstraZeneca anunciou que vai distribuir 1 bilhão, das 2 bilhões de doses da potencial vacina contra a Covid-19, para habitantes de países em desenvolvimento. O produto foi desenvolvido em conjunto com a Universidade de Oxford, do Reino Unido. As informações são da Agência Globo.

O anúncio veio após a empresa farmacêutica fechar acordos com o Instituto Soro da Índia, considerada a maior fabricante mundial de vacinas em larga escala, e mais duas organizações globais de saúde apoiadas por Bill Gates.

Nessa terça-feira (02), foi publicado no Diário Oficial da União que a dose da vacina experimental contra o vírus será testada em cerca de 2 mil voluntários do Rio de Janeiro e de São Paulo. E, de acordo com a Agência Globo, a empresa também irá fornecer 400 milhões de doses aos governos dos Estados Unidos e da Grã-Bretanha.

Considerado um dos mais promissores, o imunizante já está na fase três de testes, em que dez mil pessoas serão testadas para se avaliar a eficácia do produto. Das mais de 70 vacinas em desenvolvimento em todo o mundo, é a que se encontra em estágio mais avançado.

A articulação para a vinda dos testes ao Brasil contou com a liderança da Professora Doutora Sue Ann Costa Clemens, diretora do Instituto para a Saúde Global da Universidade de Siena e pesquisadora brasileira especialista em doenças infecciosas e prevenção por vacinas, investigadora do estudo.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS