X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Taxa de mortes na UTI chega a 23% entre pacientes de coronavírus no Estado

| 17/06/2020 14:23 h

No Estado, 23% dos pacientes contaminados pela Covid-19 que precisam de internação em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) vão a óbito no Sistema Único de Saúde (SUS). No Brasil, são 38%.

Paciente com respirador em UTI.
Paciente com respirador em UTI. |  Foto: Jornal A Tribuna/Divulgação
Até a noite de terça-feira (16), foram registradas 1.132 mortes pela doença – uma taxa de letalidade de 3,9%. A maior taxa de letalidade está em Alto Rio Novo, com 25%. As informações são do secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, e do painel Covid-19. Segundo ele, esse número é de 18% na rede privada capixaba.

“Já 61% dos pacientes que vão para UTI evoluem para necessidade de ventilação mecânica. Já 70% dos que vão para ventilação mecânica evoluem para óbito nos hospitais públicos e privados do Brasil”, contou.

“O tratamento que se dá para pacientes em UTIs com ventilação mecânica em hospitais públicos e privados é muito semelhante. Inclusive, muitos médicos que atuam na rede estadual ou filantrópica também trabalham nos hospitais privados”, disse.

“Há uma homogeneidade de condutas e tratamentos. É falsa, portanto, a tese de que existe uma conduta diferente para quem está sendo tratado no SUS”, afirmou Nésio, em coletiva de imprensa por vídeo na tarde de terça-feira.
 

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS