X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Sobe a taxa de ocupação dos leitos de UTI no Estado

| 13/10/2020 10:33 h | Atualizado em 13/10/2020, 10:47

Leito de UTI: Estado tem 436 leitos disponíveis e 298 pacientes internados dentro do Sistema Único de Saúde
Leito de UTI: Estado tem 436 leitos disponíveis e 298 pacientes internados dentro do Sistema Único de Saúde |  Foto: Leone Iglesias/AT
A taxa de ocupação de leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) no Estado para tratamento da Covid-19 estava, ontem, em 71,29%. O índice é o maior dos últimos 42 dias. Antes disso, em 31 de agosto, a taxa era de 71,41%, conforme dados do Painel Covid-19, do governo do Estado.

Na última semana, as taxas de ocupação de leitos de UTI variaram entre 63% e 68,9%.

A Região Metropolitana da Grande Vitória é a que concentra as maiores ocupações de leitos de UTI, o que equivale a 84,44%. Em seguida, aparece as regiões Central (48,65%), Sul (47,62%) e Norte (45,83%).

Na última quinta-feira, a média da taxa de ocupação dos leitos de UTI no Estado foi de 68,35%, o que também foi um valor considerado alto em relação às taxas recentes. Diante do aumento, o secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, em entrevista ao jornal A Tribuna, explicou que os leitos de UTI não devem ter uma ocupação menor de 75%.

“O leito é um recurso tecnológico caro e nenhum hospital, público ou privado, deve manter o funcionamento de uma UTI abaixo de 75% ou 80%. Abaixo dos 60%, o recomendável é fechar e abri-las somente quando precisar”.

Segundo Nésio, o que está sendo feito na pandemia, com a ocupação abaixo dos 75%, é uma margem de segurança.

Até o final do ano, Nésio afirmou que mais 160 leitos, de enfermaria e UTI, serão inaugurados em hospitais do Estado. O secretário disse ainda que, caso o Estado passe por uma segunda onda de casos graves, há a possibilidade de utilizar leitos da rede estadual e pode voltar a fazer restrições nas cidades.

Com relação aos leitos de enfermaria no Espírito Santo, a taxa de ocupação está em 65,05%. Até o momento, o Estado tem 139.755 casos confirmados e 3.659 mortes.

Reinfecção

Estudo divulgado nos Estados Unidos confirmou o caso de reinfecção documentada no estado de Nevada. O americano foi infectado duas vezes em um mês e meio de intervalo e a segunda infecção foi mais grave que a primeira.

Até agora, são cinco casos registrados no mundo, sendo os outros em Hong Kong (o primeiro, anunciado em 24 de agosto), Bélgica, Holanda e Equador.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS