X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Qual a diferença entre os testes de covid-19?

| 18/06/2020 19:35 h | Atualizado em 18/06/2020, 21:45

Com o avanço da Covid-19 no Estado, a procura por testes também tem aumentado em laboratórios particulares. Em média, segundo levantamento feito com os laboratórios, são feitos 200 testes por dia, como o PCR e o teste rápido. Mas qual a diferença entre esses testes? Veja abaixo:


PCR


Imagem ilustrativa da imagem Qual a diferença entre os testes de covid-19?
O PCR é considerado o padrão ouro no diagnóstico da Covid-19, cuja confirmação é obtida por meio da detecção de material genético do vírus na amostra analisada, preferencialmente obtida de raspado de nasofaringe – o swab nasal. 

A coleta dele pode ser feita a partir do 3º dia após o início dos sintomas e até o 10º dia, pois, ao final desse período, a quantidade de partículas virais tendem a diminuir. Este exame identifica o vírus no período em que está ativo no organismo, tornando possível aplicar a conduta médica apropriada: internação, isolamento social ou outro procedimento pertinente para o caso em questão.


TESTES RÁPIDOS


Profissional tira sangue de paciente em sistema de drive-thru para realizar exame que detecta vírus
Profissional tira sangue de paciente em sistema de drive-thru para realizar exame que detecta vírus |  Foto: Dayana Souza/AT
Já os testes rápidos utilizam sangue para procurar anticorpos produzidos pelo organismo após contato com vírus. Para realizar o exame, profissionais coletam uma amostra de sangue da pessoa para detectar a presença de dois tipos de anticorpos: o IgM e o IgG.
  • IgM: é considerado um marcador para a fase aguda e começa a ser produzido entre 5 e 7 dias após a infecção pelo vírus.
  • IgG: é um anticorpo específico que permanece circulando mesmo após o fim da fase aguda, indicando que a pessoa está – teoricamente – protegida.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS