X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

"Proteção de Deus", diz secretário de Saúde da única cidade capixaba sem mortes por covid

| 16/10/2020 21:30 h | Atualizado em 16/10/2020, 21:54

A cidade de Iconha registrou a sua primeira morte por coronavírus.
A cidade de Iconha registrou a sua primeira morte por coronavírus. |  Foto: Reprodução

Mais de 8 meses depois da confirmação do primeiro caso de infecção pelo novo coronavírus no Estado e mais de 3.700 óbitos em decorrência da doença, uma única cidade capixaba ainda não registrou morte por Covid-19.

Até esta sexta-feira (16), o município de Iconha, no Sul do Estado, registrou 553 casos de infecção pelo vírus entre os 14 mil moradores. O secretário de Saúde do município, Fabriciano Muniz Mongin, lista as medidas de segurança adotadas pela cidade para evitar a contaminação, mas relata que conta com algo a mais: a proteção de Deus.

Fabriciano comenta que a proximidade das equipes do Programa da Saúde da Família (PSF) com os moradores ajudou a tratar os pacientes infectados de uma forma mais precoce, a partir dos primeiros sinais da doença. As equipes realizam um trabalho de busca ativa por telefone para identificação de indivíduos que estejam com sintomas respiratórios.

"Todas as agentes comunitárias de saúde conhecem seus pacientes. Consequentemente, solicitamos que fosse dado uma atenção especial a esse grupo, tanto os idosos quanto ao grupo com comorbidades", disse o secretário.

Outra medida adotada no combate ao vírus destacada pelo secretário é o monitoramento. Pacientes sintomáticos e pessoas próximas estão sendo acompanhadas por equipes da Secretaria de Saúde do município.

"Foram desenvolvidos instrumentos de monitoramento para as equipes tanto para os casos dos sintomáticos respiratórios, como para as demais condições crônicas que continuaram a ser monitoradas. O monitoramento é realizado por um grupo composto por enfermeiros, técnicos de enfermagem, dentistas, auxiliares de dentistas, assistente social, psicólogos e vigilância epidemiológica", explicou.

Campanhas de conscientização das medidas de proteção contra a Covid-19 são outras estratégias adotadas no município. Publicações sobre o uso de máscara e higiene pessoal são divulgadas por meio do site da prefeitura e de redes sociais, além de folhetos entregues por agentes comunitários de saúde nas rua.

"A criação do centro de referência para atendimento das pessoas com sintomas evitou que os infectados transmitissem em outras unidades de saúde, evitando assim o contágio de outras", ressaltou.

O secretário ainda destaca que o trabalho em conjunto com as outras secretarias do município teve grande importância na manutenção dos baixos números de infecção.

"Contamos com o apoio da população, que é fundamental para que não tenhamos óbitos, e a proteção de Deus", completou Fabriciano.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS