X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Profissionais da educação e da segurança começam a ser vacinados em abril no Estado

| 25/03/2021 14:29 h | Atualizado em 25/03/2021, 22:07

Profissionais de educação e da segurança pública serão vacinados contra a covid-19, no Espírito Santo, a partir do dia 15 de abril. A decisão foi anunciada pelo Governador Renato Casagrande, em um pronunciamento na tarde desta quinta-feira (25).

Para adiantar a vacinação deste público, que não está nesta ordem de prioridade elaborada pelo Ministério da Saúde, o governo do Estado vai utilizar a chamada "reserva técnica dos lotes de vacina contra covid", que equivale a 5% das doses recebidas.

"Nós passaremos a vacinar os profissionais de segurança pública e da educação, que estiverem em atividade e na linha de frente do trabalho, começando sempre pelos profissionais de maior idade até seguir para os de menor idade", informou.

Em nota, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) informou que a inclusão dos públicos-alvo profissionais de segurança e professores será publicada em resolução produzida pela Comissão Intergestores Bipartite (CIB). "A reunião da comissão está prevista para acontecer na próxima semana", disse.

Em vídeo divulgado nas redes sociais, nesta quinta (25), o secretário da Educação, Vitor de Angelo, comemorou a decisão do governador e afirmou que a vacinação desses profissionais vai trazer tranquilidade para o exercício das atividades e funções nos ambientes escolares. 

"Nos próximos dias, a Secretaria de Estado da Saúde vai divulgar mais informações a respeito disso e que o governador noticiou hoje (25). Ou seja, a partir do dia 15, quem serão as pessoas vacinadas primeiro, como isso vai acontecer e em que lugares", informou o secretário.

Casagrande anunciou ainda a prorrogação da quarentena especial no Estado até o domingo de Páscoa (4 de abril), a suspensão da circulação de todos os ônibus que atuam no transporte público (seja Transcol, municipal ou interestadual) e trem de passageiros, além da restrição de funcionamentos de diversas atividades comerciais.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS