X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Prefeito capixaba decreta lockdown e até supermercado vai ficar fechado

| 23/03/2021 19:10 h | Atualizado em 23/03/2021, 19:41

Imagem ilustrativa da imagem Prefeito capixaba decreta lockdown e até supermercado vai ficar fechado

A prefeitura de Barra de São Francisco, no Norte do Estado, decretou lockdown de cinco dias no município, a partir desta quarta-feira (24). Segundo o documento, assinado pelo prefeito Enivaldo dos Anjos, além do toque de recolher para a população, todo o comércio vai ter que ficar fechado, inclusive supermercados e farmácias. 

"Fica suspenso o funcionamento de quaisquer serviços e atividades", diz um trecho do decreto que também determina que as farmácias e os supermercados só podem funcionar por meio de delivery. 

Esses estabelecimentos também devem manter fechados todos os acessos do local e estão proibidos de atender clientes dentro ou na porta dos comércios, com ou sem horário marcado. 

Sobre o toque de recolher, o decreto diz que é proibida a circulação e permanência da população em espaços públicos a partir das 20 horas até às 6 horas da manhã. 

Dos 24 serviços listados no decreto estatual, que implementou a quarentena no Estado, apenas quatro vão poder funcionar nesse período de cinco dias, no município de Barra de São Francisco. São eles:

  • Assistência à saúde, incluindo serviços médicos e hospitalares;
  • Serviços públicos considerados essenciais, de acordo com manifestação do Chefe do Poder Executivo Municipal;
  • Assistência social e atendimento à população em situação de vulnerabilidade;
  • Serviços funerários.

Para conseguir implementar a medida extrema, a prefeitura explica vai solicitar, a Renato Casagrande, auxílio de força da Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros Militar. Além disso, o decreto determina que o descumprimento "importará em responsabilidade civil, penal e administrativas dos infratores, podendo os mesmos responder por crime contra a saúde pública e contra a administração pública em geral".

"A fiscalização e aplicação das penalidades cabíveis pela infração das medidas dispostas neste Decreto será realizada pela Secretaria Municipal de Defesa Social e Trânsito, juntamente com a Vigilância Sanitária Municipal", diz outro trecho. 

Até esta terça-feira (23), Barra de São Francisco possui 2.796 casos confirmados de Covid-19 e 86 mortes pelo vírus. A taxa de letalidade (quantas pessoas adoecem e morrem) no município é de 3,1%. Na região Norte, a taxa de ocupação de leitos de UTI já está em 96,97% e 84,71% de enfermaria.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS