X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Plano para vacinar jovens nas baladas contra a Covid-19

| 23/08/2021 10:28 h | Atualizado em 23/08/2021, 10:43

Mulher recebe vacina: em Vila Velha, serão abertas 12 mil vagas nesta segunda
Mulher recebe vacina: em Vila Velha, serão abertas 12 mil vagas nesta segunda |  Foto: Dayana Souza/AT
Está na vez de as pessoas com 18 anos ou mais se vacinarem contra a covid-19 e para garantir que ninguém fique de fora desse “rolê”, o governo do Estado está pensando em ir para a balada imunizar os jovens.

Essa é uma das estratégias que o secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, está estudando implementar para aumentar a adesão dos jovens à vacinação.

“Agora temos um desafio porque a população até 25 anos não está tendo uma adesão satisfatória. É algo que já esperávamos. Por isso, temos que ajustar toda a política de comunicação e de mobilização pela vacinação. Então, estamos pensando em estratégias com equipes noturnas, madrugadão, pontos de alto fluxo, pontos onde eles se juntam... Nós queremos vacinar todos eles”, disse.

O secretário acredita que essa dificuldade na adesão dos jovens se deve, entre outros motivos, à redução da percepção da gravidade da doença nessa população.

“Entre 12 e 30 anos, temos poucas vacinas no calendário nacional e, por isso, não há o costume de vacinação dessa faixa etária. Existe também, infelizmente, parte importante dos jovens que nega o risco real da doença. Além disso, ao longo da pandemia, esse foi um grupo que não trabalhou com a perspectiva de imunização imediata”, esclarece o secretário.

Mutirão
Sábado (21) foi o dia D da vacinação contra a covid-19 no Estado. Foram 149.242 mil vacinados em um único dia, segundo o secretário Nésio Fernandes, recorde de aplicações em 24 horas. Até então, o maior número de vacinados em 24 horas havia sido no dia 20 de junho.

Sábado, cerca de 3,67% da população foi vacinada, segundo a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa).

Quem garantiu a sua primeira dose em Vila Velha foi a universitária Manoela Melo de Oliveira, 18 anos. Acompanhada da mãe, a empresária Jeane Melo, 46, a jovem foi imunizada pelo secretário Nésio e acompanhada pelo governador Renato Casagrande.

“Peguei covid, com minha mãe e minha avó, logo no meu aniversário de 18 anos. Perdemos um parente para a doença. Estava muito nervosa hoje, era uma coisa que estávamos esperando há muito tempo. Foi perfeita a sensação”, contou a jovem com água nos olhos.

Durante o evento para celebrar o dia D contra a doença, o governador alertou para que os jovens não percam tempo e se vacinem. “O jovem se expõe mais. Então, é importante que ele cumpra a tarefa de se proteger e proteger quem ele gosta”.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS