X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Coronavírus

Pais vão poder autorizar vacinação de filhos pela internet

Autorização para crianças se vacinarem contra a covid-19 pode ser feita pela plataforma Vacina e Confira


Imagem ilustrativa da imagem Pais vão poder autorizar vacinação de filhos pela internet
Vacinas Covid-19 pediátricas da Pfizer-BioNTech, |  Foto: Myke Sena/MS

As aulas nas escolas da rede estadual começam nesta quinta-feira (3). As unidades de ensino são um local onde as prefeituras têm aproveitado para realizar ações para a vacinação dos estudantes. Para ser imunizado, os alunos precisam entregar uma autorização dos pais e a partir de agora esse serviço pode ser feito pela internet. 

O secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, explicou em coletiva de imprensa na tarde desta terça-feira (1), que um botão de atalho para que os pais possam autorizar a vacinação dos filhos será criado na plataforma Vacina e Confia

"Queremos garantir que o retorno das aulas aconteça em um ambiente de ampla mobilização pela vacinação das nossas crianças. Então, os papais e mamães poderão acessar a plataforma Vacina e Confia e lá declarar a autorização para a vacinação dos filhos", explicou ele. 

Os pais ou responsáveis já podem acessar a plataforma e no próprio perfil cadastrar os dependentes e fazer a autorização. Mas, agora, isso vai ser mais rápido através de um atalho para emitir essa liberação. 

"Isso é fundamental por quê? Ao longo da experiência de outras campanhas de vacinação, temos, às vezes, uma ociosidade da capacidade das equipes de vacinação que vão até as escolas para vacinar as crianças por conta da ausência da declaração dos pais para vacinar os filhos. Se os pais ou responsáveis já autorizarem a vacinação pela plataforma, essa autorização já é verificada no momento da visita das equipes de saúde nas unidades escolares e permite que a ida das equipes até aquelas escolas possa alcançar um número maior de crianças vacinadas. No ano passado, na vacinação dos adolescentes contra a covid-19, tivemos diversas situações onde as equipes chegavam nas escolas e havia pouca disponibilidade de adolescentes para serem vacinados por não trazerem consigo a autorização dos pais", disse Fernandes. 

Segundo ele, foi lançado o desafio aos municípios para que até o dia 15 de março garantir a disponibilidade para que todas as crianças capixabas tenham a oportunidade de serem vacinadas pelo menos com a primeira dose da vacina contra a covid.

Segundo ele, a média de doses aplicadas em crianças no Estado está em 5 mil doses diárias e, com ações como essa, espera que esse número seja ampliada e chegue a 7 mil. 

A meta do governo do Estado é atingir uma cobertura vacinal de 90% dos adultos e crianças com as duas doses da vacina contra a covid-19.  

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: