X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Morador de Jardim Camburi, músico morre de Covid aos 42 anos

| 19/03/2021 15:39 h

Imagem ilustrativa da imagem Morador de Jardim Camburi, músico morre de Covid aos 42 anos

Um músico de 42 anos morreu vítima da Covid-19, na madrugada desta sexta-feira (19). Braulino Vidal de Oliveira, mais conhecido como Lino, estava internado no Hospital Estadual Dr. Jayme Santos Neves, na Serra, desde o dia 21 de fevereiro.

Lino era percussionista e fundador da banda Movimento, de Jardim Camburi, em Vitória, além de ser dono de uma empresa de refrigeração. 

Marcelo Gobira, conhecido como Dentinho, é amigo do músico há 35 anos e contou ao Tribuna Online que ele começou a se sentir mal e se isolou da família. No dia 20 de fevereiro, primeiro sábado após o Carnaval, ele deu entrada na UPA de Carapina, onde ficou esperando ser transferido até a noite do dia seguinte. 

"Ele foi intubado um dia depois de chegar no Jayme, na segunda-feira. Depois disso ele ficou estável por um bom tempo, não melhorava e nem piorava. Mas nessa quarta-feira ele teve um pico de febre alta e um pico de pressão", contou Marcelo.

Ainda de acordo com o amigo, nesta quinta-feira (18), Lino teve uma parada cardíaca pouco antes dos médicos apresentarem seu boletim médico.

"Aí a médica contou que a parada provocou um problema no cérebro e que a pupila dele tinha dilatado. Ela chegou a falar com a gente que seria muito difícil ele voltar dessa, mas que eles fariam outros testes. Só que, por volta de duas horas da madrugada ele teve outra parada cardíaca e não aguentou", lamentou.

Imagem ilustrativa da imagem Morador de Jardim Camburi, músico morre de Covid aos 42 anos

Marcelo contou que a família do músico está destruída e sem acreditar que o rapaz morreu. "Ele era o xodó do avô, que tem 96 anos e da avó, de 87. O avô tem o mal de Alzheimer, mas quando contaram para ele que 'o Lino foi com Deus', ele entendeu e chorou muito. Ficou perguntando por que Deus faria isso com o Lino".

"A gente queria também deixar um grande agradecimento à equipe médica do Jayme. Todos eles fizeram tudo que podiam para salvar o Lino, só não tinham mais o que fazer. Dos 24 dias que ele ficou internado, eu fui no hospital 18 dias e em todos eles, as equipes foram excelentes com ele e com a gente da família", lembrou.

Lino Vidal deixa uma noiva e um filho de 5 anos, de outro casamento. Segundo Marcelo, o músico e empresário era conhecido e querido em Jardim Camburi e, por isso, muitas pessoas estão lamentando a morte dele. 

O corpo do rapaz já foi liberado e o sepultamento vai acontecer às 17 horas desta sexta-feira (19), em um cemitério da Serra. De acordo com Marcelo, não vai haver velório por conta das normas de enfrentamento à Covid-19. 

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS