X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Maternidade na Serra vai receber pacientes com Covid

| 02/03/2021 14:24 h

Para avançar na oferta do número de leitos direcionados a pacientes infectados pelo novo coronavírus, o Hospital Materno Infantil da Serra começa a funcionar no mês que vem e será usado como unidade de tratamento da Covid-19.

O hospital, que foi construído pelo município e transferido para a gestão do governo do Estado no ano passado, conta com 176 leitos, mas inicialmente serão disponibilizados 20 vagas na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

O espaço está passando por adequações, incluindo reformas e aprimoramento na parte tecnológica.

Hospital Materno infantil, na Serra, vai disponibilizar em abril 20 vagas na Unidade de Terapia Intensiva (UTI)
Hospital Materno infantil, na Serra, vai disponibilizar em abril 20 vagas na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) |  Foto: Fábio Nunes / AT

“O Hospital Materno Infantil será aberto em abril como uma unidade que irá reforçar a estratégia de expansão de leitos para enfrentamento à nova aceleração da curva de casos Covid-19, prevista para ocorrer no Estado neste momento, nos meses de março e abril”, explicou o secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes.

Passando a fase mais crítica da Covid-19, segundo o secretário, será “desenhado um calendário” para poder abrir o espaço como maternidade. O novo hospital tem previsão (a data não foi informada ainda) de atender 8.700 gestantes por ano e realizar 725 partos por mês.

“A unidade vai passar por adequações do seu layout e da estrutura do seu grupo gerador. No desenho original, ela só tem suporte de grupo de gerador para 30% da área do hospital. São necessários ajustes da rede de gás. A gestão direta fará adaptações ao longo deste mês e em abril vai iniciar o funcionamento como unidade Covid”.

Mas essa não foi a única ampliação anunciada ontem pelo governo do Estado. Além das vagas na UTI do Hospital Materno Infantil, há outros 138 leitos. São 70 até meados deste mês, 48 até o final de março e 40 até abril, totalizando 158 leitos em outros hospitais.

Atualmente, o Estado tem 694 leitos de UTI disponíveis. “Podemos alcançar 900 leitos sem comprar leitos em hospitais particulares. Caso esse crescimento se confirme (casos), podemos suportar pressão assistencial superior a que enfrentamos na primeira e segunda onda”, disse Nésio.


SAIBA MAIS
UTI para adultos


Até 15 de março

  • Hospital Santa Mônica: contratação de 20 leitos privados.
  • Hospital de Vitória (antigo Praia do Canto): 10 leitos (contratação na rede privada).
  • Hospital Estadual Dório Silva: 18 novos leitos.
  • Hospital Estadual São José do Calçado: 22 novos leitos.

Até 31 de março

  • Hospital Estadual de Urgência e Emergência (São Lucas): 30 novos leitos.
  • Hospital Estadual Roberto Arnizaut Silvares, em São Mateus: 10 leitos (readequação, ou seja, leitos que não eram de UTI passam a ter essa destinação).
  • Hospital Estadual de Vila Velha: 8 novos leitos.

Até final de Abril

  • Hospital Materno Infantil da Serra: 20 novos leitos para adultos.
  • Hospital geral Linhares: 10 novos leitos.
  • Hospital Estadual de Vila Velha: 10 novos leitos.

Fonte: Governo do Estado.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS