Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Marataízes suspende aulas por mais 2 meses

| 02/06/2020 18:12 h | Atualizado em 02/06/2020, 18:40

Imagem ilustrativa da imagem Marataízes suspende aulas por mais 2 meses

Com 15 mortes e 261 casos, a cidade de Marataízes, no Sul do Estado, viu a curva referente aos dados da pandemia do novo coronavírus subir de forma acelerada nas últimas semanas. Como o cenário ainda é de crescimento das estatísticas, a prefeitura decidiu prorrogar a suspensão das aulas no município até 31 de julho. 

O decreto assinado pelo prefeito Tininho Batista foi publicado no Diário Oficial do município de segunda-feira (1). 

O prefeito também prorrogou, até a próxima segunda-feira (8), as medidas de restrição ao funcionamento do comércio e de isolamento social. Entre as justificativas está o fato de o município ter sido reclassificado, pelo governo do Estado, de risco moderado para risco alto para contágio pelo coronavírus no mapa de risco. 

Segundo o texto, no primeiro decreto para regulamentar o comércio, em 5 de maio, a cidade tinha 89 casos confirmados da covid-19 e cinco mortes. 

"Nesta data (1 de junho), possui 596 notificações (um crescimento de 547,8%), sendo 229 pessoas confirmadas com covid-19 (com 07 internados na UTI, 08 em enfermarias e 15 óbitos, indicando um crescimento nos casos confirmados em um percentual de 663%, quando comparado aos dados de 05 de maio de 2020, o que faz o Poder Público Municipal decidir pela manutenção da situação de isolamento social", justificou o prefeito no decreto.

O atendimento presencial ao público na prefeitura também está suspenso até o dia 30 de junho.

"A suspensão não se aplica aos serviços de saúde (UPA 24 horas, Unidades Básicas de Saúde e Unidades de ESF, Serviços de Ambulância e Resgate, Serviços de Transporte de Paciente, Farmácia Básica e Vigilância em Saúde), segurança pública e assistência social, fiscalização (Vigilância Sanitária, Obras e Posturas, Rendas e Meio Ambiente), Tributação, Cadastro Imobiliário, Cadastro Econômico e Dívida Ativa, Setor de Protocolo, Recursos Humanos, bem como o setor 
de Licitação que por sua natureza e em razão do interesse público, torna-se indispensável à continuidade do serviço", informa a prefeitura.

O atendimento continua por telefone e canais eletrônicos disponíveis no site da prefeitura. Clique aqui e confira.

Ficamos felizes em tê-lo como nosso leitor! Assine para continuar aproveitando nossos conteúdos exclusivos: Assinar Já é assinante? Acesse para fazer login

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS