Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Festas no Carnaval devem aumentar casos de Covid nos próximos dias

| 03/03/2021 16:00 h

Os reflexos das aglomerações do Carnaval devem começar a ser sentidos nos próximos dias no Estado, com aumento de casos de contaminados pela Covid-19, segundo especialistas.

Em outros estados do País, já é possível acompanhar o número crescente de casos e como o sistema de saúde não tem suportado a alta demanda de pacientes.

Leito de UTI:  médicos afirmam que podem ocorrer mais casos graves
Leito de UTI: médicos afirmam que podem ocorrer mais casos graves |  Foto: Hélio Filho - governo do Estado/ Divulgação

A infectologista Ana Carolina D’Ettorres explicou que a consequência de toda aglomeração que acontece hoje, por exemplo, é observada de 10 a 14 dias depois.

“Em consequência do aumento de casos, vai haver maior número de internações, maior número de casos graves e de internações na UTI (Unidade de Terapia Intensiva)”, disse.

A epidemologista Ethel Maciel observou que, na última sexta-feira (26), o Estado já tinha o maior número de internados desde janeiro. “Mais internações se refletem em maior número de óbitos em algumas semanas”, frisou.

Para a pneumologista Ciléa Victória Martins, as aglomerações do período de folia e das festas de fim de ano já estão sendo sentidas.

“Nunca atendi tantas pessoas como agora com sintomas da doença e pós-Covid. Realmente, houve um disparo de casos. Até mesmo pessoas que ficaram em casa foram contaminadas por pessoas que se aglomeraram e não tiveram o mínimo de cuidado”.

Nas últimas 24 horas, o Estado registrou 1.086 casos de Covid e 25 mortes, segundo dados do Painel Covid-19, da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa).

Atualmente, há 694 pacientes internados com Covid-19 em UTIs da rede estadual e 649 em enfermarias.

 

Ficamos felizes em tê-lo como nosso leitor! Assine para continuar aproveitando nossos conteúdos exclusivos: Assinar Já é assinante? Acesse para fazer login

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS