X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

“É uma benção!”, diz prefeito da única cidade capixaba sem coronavírus

| 03/06/2020 18:11 h | Atualizado em 03/06/2020, 20:39

Vista de Ponto Belo
Vista de Ponto Belo |  Foto: Vagner Coelho

“É uma benção! Que Deus permita que nosso município continue sem nenhum caso até acabar essa epidemia”. A afirmação é do prefeito de Ponto Belo, Sergio Murilo Coelho. A cidade no extremo Norte é a única do Espírito Santo sem casos positivos do novo coronavírus.

Dos 78 municípios capixabas, 77 têm pelo menos um paciente com a covid-19. Dores do Rio Preto, no Sul do Estado, era a outra cidade que até então seguia sem registro de casos da doença. No entanto, nesta quarta-feira (3), o teste rápido de um morador deu positivo para o vírus.

Ponto Belo tem 7.863 habitantes, conforme o prefeito e, até o momento, foram recebidas pela Secretaria Municipal de Saúde 51 notificações de casos suspeitos do novo coronavírus. Segundo Coelho, 28 delas já foram descartadas para a covid-19 e outras 23 seguem em investigação.

O prefeito destacou que, na cidade, a população tem seguido à risca as orientações das autoridades de saúde para evitar que a doença chegue até o município.

“São as medidas de praxe, como isolamento social, barreira sanitária nas entradas e saídas da cidade e o uso de máscara. Mais de 90% das pessoas estão usando a máscara no município quando precisam sair para rua”, afirmou ele.

O Painel Isolamento, da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), que mede a taxa de isolamento nas cidades capixabas mostra que Ponto Belo tem média de mais de 60% das pessoas em casa, durante a pandemia. O índice considerado ideal pelo governo é de 55%.

“O funcionamento do comércio é reduzido. As lojas abrem das 8 horas às 14 horas. Os comércios ficam fechados no fim de semana e só ficam abertos aqueles que são essenciais. As feiras livres também estão suspensas no município”, informou o prefeito.

Para evitar que o vírus chegue até o município, a equipe de prefeitura tem desinfetado pontos de maior aglomeração da cidade com a ajuda de um caminhão pipa. São lavadas ruas perto de praças, postos de saúde e casas lotéricas, onde beneficiários de programas federais recebem os benefícios.

Lockdown

Cercados por cidades vizinhas que já registraram casos da doença – uma delas, Mucurici, que fica a 3 quilômetros de distância, e já registrou morte pela covid-19 – o prefeito de Ponto Belo disse que já cogitou a possibilidade de um bloqueio total no município, o chamado lockdown.

“A gente começou a pensar num lockdown, quando tiveram os primeiros casos em Mucurici, mas depois a gente avaliou e achou melhor instalar as barreiras sanitárias, que são mais eficientes”, analisou Coelho.

O prefeito revelou um caso que aconteceu na cidade, no qual um morador de Mucurici, que estava com um familiar em casa em isolamento com suspeita de covid-19 foi até Ponto Belo e foi orientado a voltar para casa.

“Ele estava na cidade e moradores alertaram as autoridades, quando souberam que a pessoa estava com familiar de quarentena em casa. Juntou Defesa Civil, moradores e bombeiros para retornar a pessoa até Mucurici”, revelou.
 

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS