Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Domingo é dia de mutirão para segunda meia dose da AstraZeneca em Viana

| 06/08/2021 13:47 h

Projeto Viana Vacinada
Projeto Viana Vacinada |  Foto: Divulgação/Prefeitura Municipal de Viana

A população de Viana vai ter um novo dia D de vacinação contra a covid-19, neste domingo (8), quando será aplicada a segunda meia dose da AstraZeneca nos participantes do projeto "Viana Vacina". 

Na tarde de quinta-feira (05), a Secretaria da Saúde (Sesa) entregou  mais de 6,6 mil doses da AstraZeneca ao município de Viana, que serão somadas ao estoque da cidade e destinadas às segundas doses dos voluntários no estudo.

As doses do imunizante foram encaminhadas à Central de Rede de Frio da Cidade, onde serão organizadas e distribuídas às 174 seções, em 20 pontos de vacinação.

Além disso, na quarta (4), o Estado distribuiu 10 mil seringas com agulhas ao município para serem utilizadas no mutirão.

O subsecretário de Estado de Vigilância em Saúde, Luiz Carlos Reblin, agradeceu a parceria do município de Viana com o Governo do Estado e incentivou a população a tomar a segunda meia dose no próximo domingo.

“Essa dose ajustada é capaz de produzir imunidade nas pessoas para evitar casos graves e mortes por Covid-19. No próximo domingo, aproveite a comemoração do Dia dos Pais e leve o seu pai para tomar a segunda meia dose, sendo esse um presente para a vida inteira. Agradeço a coragem do prefeito e a disponibilidade da cidade que acolheu esse estudo”, destacou Reblin.

Já o prefeito de Viana, Wanderson Bueno, ressaltou que o estudo é um avanço na ciência, que pode facilitar e agilizar a vacinação da população contra a Covid-19.

“Quando iniciamos a vacinação na cidade, não havia a disponibilidade de doses para imunização por faixa etária, então, conseguimos vacinar a nossa população adulta toda de forma adiantada. Os resultados desse estudo serão fundamentais para avançarmos na imunização contra essa doença, não só no Brasil, mas mundialmente”, afirmou Wanderson Bueno.

Viana Vacinada

O Projeto Viana Vacinada é um estudo científico denominado “Efetividade, Segurança e Imunogenicidade da Meia Dose da Vacina ChAdOx1 nCoV-19 (AZD1222) para Covid-19”, que tem o intuito de avaliar a capacidade da meia dose da vacina Astrazeneca (Oxford/Fiocruz) reduzir o número de casos de Covid-19 na cidade de Viana, Região Metropolitana da Grande Vitória.

A primeira meia dose foi aplicada na população vianense no dia 13 de junho, quando foram vacinados aproximadamente 15 mil cidadãos. Na época, a operacionalização da vacinação foi estendido por mais 15 dias, para que todos tivessem a oportunidade de iniciar o processo de imunização contra a doença.

Com a execução do projeto na cidade e o empenho do Governo do Estado, por meio do Plano Estadual de Vacinação Contra a Covid-19, em garantir imunização à população capixaba, Viana alcançou a marca de 100% da população vacinada com a primeira dose.

A segunda meia dose começa a ser aplicada no próximo domingo (08), e deve ser agendada no link: https://www.vianavacinada.saude.es.gov.br/cidadao/.  Ao final da campanha, o município pode ser a primeira cidade capixaba com cobertura total de duas doses contra a Covid-19.

O estudo é coordenado por equipes de pesquisadores do Hospital Universitário Cassiano Antônio Moraes, da Universidade Federal do Espírito Santo (Hucam-Ufes/EBSERH) e da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). O projeto foi aprovado no Comitê de Ética do Hucam-Ufes, pela Comissão Nacional de Ensino e Pesquisa (Conep) e será executado por meio de uma parceria entre o Ministério da Saúde (MS), Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), a Fiocruz, Hucam-Ufes, Secretaria da Saúde (Sesa), por meio do Instituto Capixaba de Ensino, Pesquisa e Inovação em Saúde (ICEPi), e Prefeitura de Viana.

Ficamos felizes em tê-lo como nosso leitor! Assine para continuar aproveitando nossos conteúdos exclusivos: Assinar Já é assinante? Acesse para fazer login

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS