Login

Atualize seus dados

Coronavírus

Covid: Estado tem 5 cidades em risco alto de contágio e 51 no moderado

18/12/2020 17:52:24 min. de leitura

Imagem ilustrativa da imagem Covid: Estado tem 5 cidades em risco alto de contágio e 51 no moderado
Novo mapa de risco Foto: Divulgação governo do Estado

Moradores de cinco cidades capixabas vão passar o Natal com seus municípios classificados como risco alto para transmissão do novo coronavírus. O novo mapa de risco do Estado foi divulgado pelo governador Renato Casagrande no final da tarde desta sexta-feira (18), em pronunciamento transmitido pelas redes sociais.

De acordo com a classificação, que entra em vigor na próxima segunda-feira (21), as cidades de Mantenópolis, Ecoporanga, Alfredo Chaves, Afonso Cláudio e Vargem Alta estão no grupo de risco alto para a transmissão do vírus.

Em relação ao mapa que está em vigor nesta semana a quantidade de cidades pintadas na cor vermelha, que sinaliza o risco alto, caiu de seis para cinco. As cidades de Marilândia, Ibiraçu, Anchieta e Domingos Martins deixara esse grupo e migraram para o moderado.

No caminho contrário, vieram os municípios de Alfredo Chaves, Afonso Claudio e Vargem Alta. Já Mantenópolis e Ecoporanga, que nesta semana estão no risco alto, permanecem com essa classificação na próxima semana.

De acordo com Casagrande, 51 cidades capixabas estão no risco moderado - entre eles, os municípios da Grande Vitória - e 22 no risco baixo.

Durante o pronunciamento, o governador ressaltou que as médias móveis de casos e mortes dos últimos 14 dias seguem aumentando no Estado. 

O crescimento da taxa de ocupação dos leitos em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) também foi outra preocupação destacada por Casagrande. 

Atualmente, dos 623 leitos disponíveis para tratar pacientes com a Covid-19 na rede pública, 517 estão ocupados. No entanto para o mapa de risco são considerados as 715 vagas, que o Estado tem capacidade de ofertar, como na primeira fase da pandemia em junho. Levando em conta essas vagas potenciais, a ocupação hoje é de 72,31%. 

"Se a gente chegar a 80%, espero que a gente não chegue, vamos ter efetivamente um mapa mais vermelho", avisou Casagrande.

E lembrou: "Chegamos na melhor fase dessa pandemia com menos de 300 leitos de UTI ocupados. Em torno de 280 leitos estavam ocupados. Nós já estamos com 517 leitos ocupados".


Restrições


Risco baixo

  • Realização de eventos e atividades com a presença de público, tais como shows, feiras, comícios, passeatas e afins, e eventos sociais com público máximo de 300 pessoas, não aplicado o limite de pessoas para eventos corporativos.

  • Funcionamento de todos os estabelecimentos comerciais com medidas qualificadas de 1 cliente por 10 m², obrigatoriedade de uso de máscaras para funcionários e clientes, distanciamento social em filas, sem restrição de horário de funcionamento.

  • Galerias e centros comerciais devem funcionar com 50% da ocupação (1 pessoa por 14 m²).

  • Shopping centers devem funcionar e proceder a limitação da entrada de clientes na proporção de 1 pessoa por 22 m² da área do shopping, considerando lojas, praças e circulações de uso coletivo, respeitando, ainda, a proporção de 01 cliente por cada 10m² no interior de cada loja.

  • Funcionamento das academias com liberação para atendimento de pessoas consideradas de grupo de risco e com liberação de atividades aeróbicas coletivas.

Risco moderado

  • Suspensão da realização de eventos e atividades com a presença de público, tais como shows, feiras, comícios, passeatas e afins, admitido apenas a realização de eventos corporativos e sociais, que deverão observar o limite de público máximo de 300 pessoas.

  • Funcionamento de bares, restaurantes, inclusive os de shopping centers, lojas de conveniência e distribuidoras de bebidas alcoólicas, de segunda a sábado, até às 22:00 e, no domingo, até às 16:00.

  • Funcionamento das academias com liberação das atividades aeróbicas individuais, coletivas em locais abertos e com liberação para atendimento de pessoas consideradas de grupo de risco

Risco alto

  • Funcionamento de estabelecimentos comerciais, galerias, centros comerciais e shopping centers, de segunda a sexta-feira, limitado ao horário até às 20:00, e, no sábado, até às 16:00.

  • Funcionamento de restaurantes, inclusive os de shopping center, lojas de conveniência e distribuidoras de bebidas alcoólicas, de segunda a sexta-feira, limitado ao horário até às 20:00, e, no sábado, até às 16:00.

  • Suspensão do funcionamento de bares.

  • Proibição do consumo presencial de bebidas alcoólicas em distribuidoras de bebidas e lojas de conveniência.

  • Funcionamento das academias, com liberação apenas das atividades não aeróbicas.

  • Restrição do atendimento ao público em todas as agências bancárias, públicas e privadas.

  • Restrição do atendimento ao público no Instituto Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor - PROCON estadual.

  • Restrição do atendimento presencial ao público em concessionárias prestadoras de serviço público.

  • Restrição do atendimento dos Centros de Acolhimento e Atenção Integral Sobre Drogas da Secretaria de Estado de Direitos Humanos - SEDH.

  • Suspensão da realização de eventos corporativos, acadêmicos, técnicos e científicos, tais como congresso, simpósio, conferência, palestra, assembleia, workshop, seminário, exposições e feiras.

  • Suspensão da visitação de unidades de conversação ambiental e o funcionamento de todos os parques municipais;

  • Suspensão do funcionamento dos cinemas, teatros, circos e similares, exceto em formato drive-in.

  • Suspensão da realização de eventos sociais, tais como casamentos, aniversários e outros tipos de confraternizações.

  • Suspensão de funcionamento de espaços de lazer e recreação infantil.

  • Suspensão do funcionamento dos parques de diversões e similares.

  • Ficam suspensas as atividades presenciais em todos os estabelecimentos de ensino, da rede pública e privada, com exceção de cursos livres.