X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Colatina vai pagar R$ 600 de auxílio emergencial para duas mil famílias

| 24/03/2021 18:36 h | Atualizado em 24/03/2021, 19:03

Colatina faz parte da região que apresentou 53 novos casos da Covid-19
Colatina faz parte da região que apresentou 53 novos casos da Covid-19 |  Foto: arquivo/at

A prefeitura de Colatina enviou para a aprovação da Câmara Municipal de Vereadores um projeto de lei (PL) que cria um auxílio emergencial de R$ 600. Segundo a gestão, se for aprovado, o recurso pode beneficiar cerca de duas mil famílias que estão em situação de extrema pobreza no município.

A informação foi divulgada nas redes sociais da prefeitura. De acordo com o projeto de lei, o Auxílio Emergencial de Colatina será dividido três parcelas mensais de R$ 200 para cada família, totalizando R$ 600. Ao todo, cerca de R$ 1,2 milhão serão investidos na concessão do recurso. 

Segundo o prefeito da cidade, Guerino Balestrassi, o auxílio foi criado para tentar diminuir a desigualdade social no município neste momento de quarentena e avanço do novo coronavírus (Covid-19). Ainda de acordo com ele, os recursos do virão do orçamento do próprio município.

Quem vai ser beneficiado

Apenas as famílias que se enquadrarem nos critérios estipulados pela Assistência Social receberão o auxílio. São eles:

  • Que sejam residentes no município de Colatina;
  • Que estejam inseridas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, com dados atualizados há menos de dois anos;
  • Que apresentem soma de renda familiar mensal igual ou inferior a R$ 89 per capita;
  • Que tenham em sua composição crianças e adolescentes de 0 a 14 anos.

A Prefeitura informa que o processo de pagamento do valor para estas famílias será feito por meio de cartão magnético bancário, fornecido pelo Banestes S/A de forma gratuita.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS