X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

“As aglomerações dos feriados e festas irão repercutir em casos”, diz secretário

| 01/10/2020 09:36 h

Apesar da queda no número de casos e mortes por Covid-19 no Estado, a retomada de atividades sociais pode ocasionar em um aumento dos registros.

Na manhã desta quinta-feira (1º), o secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, usou as redes sociais para afirmar que “as aglomerações dos feriados, festas e outras indisciplinas sociais irão repercutir em casos e também alimentar a nossa prevalência. Ocorrendo descontrole generalizado as internações e óbitos podem voltar a crescer”.

Praia da Costa,  Vila Velha, reuniu muitos banhistas em dia de forte calor
Praia da Costa, Vila Velha, reuniu muitos banhistas em dia de forte calor |  Foto: Leone Iglesias/AT

O secretário explicou que “os contextos devem ser analisados por município, caso em algum se reconheça descontrole pleno e os casos ultrapassem a capacidade de bloqueio e aumentem os óbitos, cada gestor poderá tomar medidas precoces e complementares para além das qualificadas na matriz de risco”.

Ainda segundo Fernandes, o Estado está na fase de recuperação da pandemia. “No entanto, o comportamento de alto risco (aglomerações, não usar máscaras, não zelar pelos grupos de risco, contato físico, não lavar as mãos, etc) aumenta a probabilidade de contágio a quem se expor”.

De acordo com dados divulgados pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) na quarta (30), o Espírito Santo tem 129.796 casos confirmados de coronavírus. Mais de 3.500 pessoas morreram e 119.658 estão curadas.
 

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS