X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Coronavírus

Anchieta proíbe desfile de blocos e música ao vivo no Carnaval

Medida vale para espaços públicos e privados. Caixas de som também estão proibidas nas praias e ruas


Imagem ilustrativa da imagem Anchieta proíbe desfile de blocos e música ao vivo no Carnaval
Praia de Anchieta: Prefeitura proibiu blocos de Carnaval |  Foto: Divulgação Prefeitura de Anchieta

O aumento do número de casos e mortes provocadas pela covid-19 no Estado tem levado as cidades capixabas a tomarem medidas para evitar aglomeração de pessoas. A Prefeitura de Anchieta publicou um decreto onde proíbe a concentração de blocos de Carnaval em espaços públicos e privados do município durante o período da folia. 

Além disso, o documento ainda proíbe a realização de shows artísticos, incluindo as marchinhas, matinês, batucadas, desfiles, música ao vivo e outros eventos que possam promover aglomerações entre os dias 25 de fevereiro e 2 de março.

"As determinações levam em consideração a expectativa de recebimento de um grande número de turistas nos balneários de Anchieta durante a temporada da maior festa popular brasileira e o crescente número de novos casos positivados no município, em decorrência do surgimento da variante ômicron", informa a prefeitura.

O decreto também proíbe a permanência de instrumentos amplificadores de som nas praias e vias públicas do município, podendo a fiscalização apreender os equipamentos e aplicar as multas previstas na legislação ambiental. 

Os repasses de recursos para blocos carnavalescos tradicionais da cidade também ficam suspensos.

De acordo com o decreto, a administração municipal, por meio da Guarda Municipal, em conjunto com outros órgãos públicos, poderá realizar controle de acesso nos balneários durante o período de carnaval.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: