Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

70% dos internados não estão vacinados ou estão com vacina em atraso

No Espírito Santo, 30% dos pacientes internados na rede pública são pessoas que não receberam nenhuma dose da vacina contra covid

Leone Oliveira | 01/02/2022 16:16 h

Leito de UTI: 30% dos internados são pessoas não vacinadas
Leito de UTI: 30% dos internados são pessoas não vacinadas |  Foto: Leone Iglesias/AT
 

No Espírito Santo, 70% da ocupação de leitos destinados ao tratamento da covid-19 em hospitais públicos estão ocupados por pacientes que não se vacinaram ou estão com o esquema vacinal atrasado. 

Em coletiva de imprensa, na tarde desta terça-feira (1), o secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, informou que 95 mil pessoas não tomaram nenhuma dose da vacina no Espírito Santo, o que representa 3,7% da população adulta capixaba.

"30% dos pacientes internados nos hospitais públicos do Espírito Santo fazem parte do grupo de 3,7% das pessoas adultas não vacinadas no Estado. Temos o total de 70% da ocupação de leitos hospital nos hospitais públicos que não tomaram doses ou estão com o esquema vacinal incompleto ou atrasado", revelou ele.

Já em relação as mortes, o secretário informou que 16% dos 152 óbitos registrados nas primeiras semanas de janeiro deste ano foram de pessoas que não receberam nenhuma dose da vacina contra a covid. 

Segundo ele, 68,42% das 152 mortes são de idosos e, entre essas vítimas, 65% delas estavam com o esquema vacinal atrasado ou incompleto. 

Fernandes informou que a meta é que a cobertura vacinal de crianças e adultos com as duas doses chegue a 90% até o final do primeiro semestre deste ano. 

O subsecretário de Vigilância em Saúde, Luiz Carlos Reblin, destacou que essa cobertura vacinal ampla é necessária para controlar a pandemia. “Proporcionalmente, temos que dizer que a população capixaba aceitou a vacinação. Cerca de 97% tomaram pelo menos uma dose”, disse.

“Quando a gente protege 90%, os 10% restantes, mesmo que não tenham tomado a vacina, o vírus não encontraram tanta chance de circular entre esses 10% restantes”, explicou ele, ressaltando que é importante que essas pessoas também se vacinem. 

Ficamos felizes em tê-lo como nosso leitor! Assine para continuar aproveitando nossos conteúdos exclusivos: Assinar Já é assinante? Acesse para fazer login

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS