search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Cordão sanitário
Painel da Folha de São Paulo

Cordão sanitário

O Ministério da Saúde avisou estados que o Brasil está em transmissão comunitária do coronavírus, quando há casos de pessoas que não viajaram e não têm vínculo com um caso confirmado.

O recado foi dado pelo secretário nacional de Vigilância, Wanderson de Oliveira, no grupo de Whatsapp dos secretários. Ele disse que faria o anúncio nesta quinta (19), mas teve início uma discussão por mensagens e o secretário ficou de avaliar. Oliveira ouviu pedido para isolamento total de Rio e São Paulo.

Afasta de mim - O secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, foi o primeiro a se manifestar contra a decisão anunciada pelo secretário nacional: "São Paulo e Rio estão espalhando [coronavírus] para o país todo. Tem que isolar os dois estados". "Tem que manter os paulistas confinados", continuou.

Teu filho - Oliveira respondeu que não fazia sentido a ideia e que não era uma afirmação técnica. Vilas-Boas rebateu: "Deixar a doença espalhar é que não é técnico, científico, nem humano. Talvez seja uma estratégia deliberada".

Calmante - Alberto Beltrame, presidente do conselho de secretários de saúde, interferiu na discussão para colocar panos quentes. "Por favor, vamos dar um tempo e aí voltamos a conversar", escreveu, dizendo que o estresse está tomando conta de todos.

Quadrado - A falta de orientação a governadores e prefeitos é preocupante, na visão do senador Eduardo Braga (MDB-AM). "O governo parece que ainda não entendeu o quanto isso é grave. Eles têm que agir mais e falar menos. Os estados e municípios estão na grande maioria sem orientação, sem plano emergencial e sem recursos."

Não fui - Aliados do presidente Davi Alcolumbre (DEM-AP), trancado em casa com coronavírus, afirmam que dificilmente o político iria ao encontro convocado por Jair Bolsonaro nesta quarta (18). O evento acabou esvaziado, sem ele e Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Deu - No dia anterior, Alcolumbre conversou com colegas e disse estar cansado da constante beligerância de Bolsonaro na política, agora voltada, nos bastidores, a Luiz Henrique Mandetta (Saúde).

Sozinho - Parlamentares apoiaram a decisão de Maia de não comparecer no Planalto, com o argumento de que o Legislativo deve responder com a votação dos projetos.

Me ajuda... - Um dos desafios do governo para estimular os bancos a soltarem crédito, evitando que as empresas quebrem, é dar garantias de que os empréstimos serão pagos. O medo do calote não se restringe às instituições privadas e incomoda também os bancos públicos.

A te ajudar... - A Caixa já informou o Ministério da Economia que só pretende emprestar com garantias a clientes de setores em que não atua –o banco vem se concentrando no crédito imobiliário e para infraestrutura. A demanda atual, porém, é por capital de giro para pequenas e grandes empresas.

Rádio peão - Funcionários do Bradesco têm reclamado da falta de transparência do banco no tratamento interno do coronavírus. Eles afirmam que os escritórios continuam cheios e que a direção não informa sobre casos, que viram boatos diários nos corredores.

Oficial - Ao Painel, a assessoria de imprensa do Bradesco informou que teve dois casos confirmados de funcionários contaminados em São Paulo.

Outro lado - O banco afirma que os funcionários que possam ter sido expostos a risco foram "colocados em quarentena imediata, com total apoio médico". Além disso, informa, mais de 4.000 funcionários de grupos de risco foram orientados a permanecer em casa.

Cafezinho - Com as aulas de pós-graduação à distância por causa do coronavírus, o ex-governador de SP Geraldo Alckmin decidiu deixar o período sabático para retomar a vida pregressa. "Temos que revalorizar a política", disse ao Painel.

Não dá pra fazer - O tucano afirmou ter ficado perplexo ao ver o presidente Bolsonaro apertando a mão de manifestantes no domingo (15). "Desdenha de orientações mundiais, deseduca, presta desserviço. Péssimo exemplo", disse ele, que é médico.

TIROTEIO

"É simbólico da falta de compreensão do que acontece hoje no Brasil. As razões para um impeachment estão configuradas."

Do advogado Pedro Dallari, ex-coordenador da Comissão da Verdade, sobre Jair Bolsonaro ter convocado panelaços em apoio a si próprio.

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Discurso x ação

Apesar das declarações de Jair Bolsonaro sobre preocupação com desemprego, políticos e integrantes do Judiciário apontam ao menos cinco posturas contraditórias do governo com este discurso. O …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Água e azeite

Apesar da troca de afagos entre João Doria (PSDB-SP) e Lula (PT) nas redes sociais nesta quinta (2), a chance de uma união de líderes partidários, especialmente de ex-presidentes da República, é …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Batata quente

O coronavírus aumentou o jogo de empurra no cenário político brasileiro, na avaliação de integrantes do Congresso, do Ministério Público e do Judiciário. Fora a condução desastrada de Jair Bolsonaro, …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Carga pesada

Um dos líderes da paralisação de 2018, Wallace Landim, conhecido como Chorão, afirma que os caminhoneiros devem parar se os governadores não recuarem nas medidas de isolamento social contra o novo …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

E agora, José?

A insatisfação dentro do governo Jair Bolsonaro com Luiz Henrique Mandetta (Saúde) transbordou os limites do Palácio do Planalto. Na equipe econômica, liderada por Paulo Guedes, as aparições …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Alô, presidente

O governador Ronaldo Caiado (DEM-GO) afirma que a “urgência urgentíssima” do momento é que o governo Jair Bolsonaro tome medidas o mais rápido possível para garantir a alimentação das pessoas. …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Pare agora

Pare agora Garota-propaganda de uma campanha lançada pelo governo há duas semanas sobre coronavírus, a médica e professora Ana Escobar diz que é contra a nova linha defendida pelo presidente …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Com as próprias mãos

Em mais uma iniciativa para coordenar esforços à margem do governo federal, inoperante na visão dos governadores, os estados articulam dar respostas unificadas ao coronavírus a partir de estudos de …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Temperatura máxima

Foi tensa a primeira reunião do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, com secretários estaduais após o pronunciamento de Jair Bolsonaro. Eles cobraram posição firme em defesa do isolamento, …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Quanto custa

O presidente do Banco do Brasil, Rubem Novaes, fez comentários críticos ao isolamento social, na mesma linha que o presidente Jair Bolsonaro. Em mensagem em um grupo de WhatsApp, Novaes disse que …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados