search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Copinha: Capixaba quer fazer história no Grêmio

Esportes

Esportes

Copinha: Capixaba quer fazer história no Grêmio


O capixaba Pedro Lucas é um dos destaques do Grêmio, finalista da Copinha (Foto: Guilherme Rodrigues/GR Press)
O capixaba Pedro Lucas é um dos destaques do Grêmio, finalista da Copinha (Foto: Guilherme Rodrigues/GR Press)

Justamente na primeira vez que Grêmio e Internacional se enfrentam em uma final de Copa São Paulo de Futebol Júnior, o tricolor gaúcho tem a oportunidade de conquistar o seu primeiro título na competição em cima do maior rival, no sábado (25), a partir das 10h. Um dos protagonistas desse Gre-Nal histórico no Pacaembu é o capixaba Pedro Lucas, o Pedrinho, que só pensa em colocar o inédito título da Copinha na prateleira do Grêmio.

Aos 17 anos e vestindo a camisa 10 do Grêmio, o meia já conseguiu o feito de ajudar a levar a equipe de volta à final da Copinha após 29 anos, mas ele espera que o resultado seja diferente dessa vez. O tricolor gaúcho foi goleado por 4 a 0 para a Portuguesa, em 1991, na única vez que decidiu o título, até então. Já o Inter é tetracampeão.

“Estamos fazendo história mas queremos conquistar esse título porque se a gente perder não vai adiantar de nada toda essa bela campanha que a gente fez, então vamos estar bem concentrados para se Deus quiser fazer uma grande partida e conseguir esse título inédito para o clube”, afirma a joia capixaba, que é natural de Baixo Guandu e que em 2018 assinou com o Grêmio um contrato de três anos com multa rescisória de 40 milhões de euros, além de ter sido campeão mundial sub-17 com a Seleção Brasileira.

Com cinco gols em 12 clássicos entre os maiores rivais, Pedro Lucas sabe bem como é disputar um Gre-Nal e por isso espera uma decisão disputada. Para chegar à final, o Grêmio eliminou União ABC, Chapecoense, Atlético/MG, Vasco e Oeste/SP no mata-mata.

TRIBUNA ONLINE: Como foi ajudar a levar o Grêmio para a final da Copinha depois de 29 anos?

PEDRO LUCAS: É um campeonato que eu sempre sonhei em disputar. Sempre acompanhava a Copinha e graças a Deus agora na minha primeira Copinha eu conseguir chegar à final com o Grêmio. Estamos fazendo história mas queremos conquistar esse título porque se a gente perder não vai adiantar de nada toda essa bela campanha que a gente fez, então vamos estar bem concentrados para se Deus quiser fazer uma grande partida e conseguir esse título inédito para o clube

Existe cobrança do clube e da torcida para que o Grêmio seja campeão da Copa São Paulo pela primeira vez?

Para a torcida existe sim, pela internet, mas o pessoal daqui está passando muita tranquilidade e confiança para nós porque todos nós sabemos da capacidade e qualidade do nosso grupo, da comissão técnica e de todos que estão envolvidos nesse trabalho. Então a gente está bem tranquilo e focado para conquistar esse título.

Como é jogar o Gre-Nal? É o maior do Brasil para você? Como chegam as duas equipes para essa grande decisão?

É sempre especial jogar um Gre-Nal. Para mim é o melhor jogo que tem para jogar. Para mim e para muitos é o maior clássico do Brasil e um dos maiores do mundo. É uma rivalidade muito grande e acredito que os dois times chegam muito bem para essa final. Os dois estão com confiança lá em cima e tenho certeza que vai ser um grande jogo das duas partes. Esperamos dar o nosso máximo para sair com o título.

Depois da Copinha, quais serão seus objetivos no ano? Acha que com o bom desempenho que está tendo já pode surgir uma chance no time profissional?

Depois da Copinha a gente sai de férias e volta aos treinos dia 25 de fevereiro. A minha expectativa para esse ano é trabalhar forte para quem sabe já tentar alguma oportunidade no profissional. Sei que o pessoal do Grêmio está trabalhando muito bem isso e no momento certo vai aparecer essa oportunidade. Vou dar o meu máximo e se neste ano eu continuar no sub-20 vou fazer um baita ano também, no Brasileiro Sub-20, na Copa RS no fim do ano. Jogar no profissional do Grêmio é o meu maior sonho.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados