search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Contadores de histórias viram estrelas da internet

Entretenimento

Publicidade | Anuncie

Entretenimento

Contadores de histórias viram estrelas da internet


A frase “Era uma vez...” pode encantar crianças e adultos. E ela agora ganha um espaço especial na quarentena. Para transmitir leveza e encanto, artistas capixabas se aventuram a contar histórias pela internet. E já ganham notoriedade nacional.

São diversos canais gratuitos nas redes sociais que se tornaram um ponto de encontro semanal, ou diário, para quem quer ouvir uma boa história, músicas, brincadeiras ou desenvolver a arte.

O psicopedagogo e sociólogo    Eugênio Fernandes, de Vitória,  conta várias peripécias para crianças em seu perfil do Instagram @eugeniofernandes70 e no YouTube EugênioFernandes70. Às segundas, quartas e sextas, às 15h, tem a “Quarentena de histórias”. Já às terças e quintas, às 20h, tem o projeto “Eu conto daqui, você conta daí”. (Foto: Kadidja Fernandes/AT)
O psicopedagogo e sociólogo Eugênio Fernandes, de Vitória, conta várias peripécias para crianças em seu perfil do Instagram @eugeniofernandes70 e no YouTube EugênioFernandes70. Às segundas, quartas e sextas, às 15h, tem a “Quarentena de histórias”. Já às terças e quintas, às 20h, tem o projeto “Eu conto daqui, você conta daí”. (Foto: Kadidja Fernandes/AT)

Além de terem a própria programação, os contadores capixabas se unem em lives nacionais com outros artistas e assim transmitem sua mensagem para vários pontos do País. Para se formarem na arte de entreter crianças, muitos fizeram cursos, especializações e oficinas. E fazem questão de dar dicas aos pais, em suas lives, de como contar histórias para os pequenos.

A internet tem sido a saída para muitos contadores, que viram seu público “sumir” de festas e eventos por causa da quarentena, como o recreador infantil Mattheus Schirffimaan. “É um turbilhão de sensações. Mas a necessidade de estar perto e de ver os olhos das crianças se emocionarem não vai mudar”.

Para o ator Rodrigo Campanelli, que há 20 anos apresenta peças aos domingos no teatro, essa foi uma oportunidade de ampliar sua arte para a internet. E ele pretende continuar!

Com a Turma do Frederico

Adaptações de clássicos, teatro de bonecos “Turma do Frederico”, educação ambiental, inclusão e outros temas fazem parte da programação diária do ator, escritor e educador Cleyton Passos, de Cachoeiro. Ele começou a contar histórias há 30 anos para comunidade carente na Leitão da Silva, e transformou isso em trabalho oficial. Suas histórias estão no Facebook, no Instagram @turmadofrederico e no site turmadofrederico.com.br.

Para marcar

O recreador infantil Mattheus Schirffimaan, de Vitória, está fazendo uma programação de lives que acontece todas as quartas, às 19h, em seu perfil no Instagram @cabeluxoentretenimentos.

Na próxima quarta, será contada a história “O chocolate que fala”. “Quero trazer um tipo de entretenimento recreativo e educacional que possa marcar a experiência de vida de cada criança e espectador “, diz.

Estreia de filme

Rodrigo Campanelli, de Vitória, tem canal no YouTube “Teatro Campaneli” com vídeos diários de histórias, mágicas e atividades artísticas. E hoje será apresentado o primeiro filme/teatro, “Sopa de Pedra”, às 16h.

Encontro diário

Por meio das redes sociais @maisumpontomaisumconto, a professora de Língua Portuguesa e Artes Eliane Correia, de Guaçuí, promove diariamente a “Quarentena de histórias”, às 9h. De forma cativante, ela encanta com histórias autorais, contos populares e lendas.

Mito indígena

Dalisa Campos Miranda, de Vila Velha, tem três canais na internet onde divulga sua arte: o Instagram @dalisacamposmiranda, o Facebook @cantarconto e seu canal no YouTube. As histórias são contadas sempre aos domingos, terças e quintas, às 15h. Hoje o tema será sobre o mito indígena da Amazônia.

Com aula-show

Gab Kruger, atriz e contadora de histórias, mora em Guarapari e tem uma programação semanal de lives que é divulgada sempre às segundas em seu Instagram @krugergab.

“São duas linhas: uma para adultos, com aula-show de práticas de contação e outra contando histórias para as crianças de forma mais desprentensiosa. Também tem histórias no meu canal no YouTube 'A Mala Produções'”.

Improviso

O ator e palhaço Vitor Passarim, de Vitória, apresenta live interativa toda as quartas, às 15h, no Instagram @passarimproduz. Sua última apresentação foi vista por 1.000 pessoas. “A proposta é interagir com o público, elaborando e construindo histórias de improviso”, salienta.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados