search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Consumo de vinho sobe 72% na pandemia no Brasil

Notícias

Publicidade | Anuncie

Saúde e bem-estar

Consumo de vinho sobe 72% na pandemia no Brasil


 (Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

Enfrentando a quarentena em casa, o brasileiro alterou alguns padrões de consumo, resultando em um crescimento em algumas categorias, entre elas a de bebidas alcoólicas.

Em especial. o consumo de vinhos no Brasil subiu 72% na pandemia. De acordo com dados da Ideal Consulting, abril, maio e junho de 2020, o brasileiro bateu o recorde histórico de 2,81 litros por pessoa. Mas, essa marca preocupa os médicos.

“O consumo de álcool e outras drogas têm aumentando muito nesse período, assim como as doenças mentais. A bebida alcoólica, por exemplo, vai atuar no cérebro de tal maneira que com o tempo a pessoa vai desenvolver um consumo prejudicial, que, em alguns casos, pode levar à dependência química”, alerta o presidente da Associação Psiquiátrica do Espírito Santo (Apes), Valdir Ribeiro Campos.

Ele explicou que no caso do álcool, o tempo do isolamento social de quase cinco meses não é suficiente para desenvolver uma dependência, como o crack, que as pessoas podem desenvolver um vício com quatro semanas.

“No caso do álcool a pessoa pode desenvolver uma fase antes da dependência, que pode estimular a violência, trazer problemas físicos como gastrite”.

Nosso corpo registra hábitos, segundo a psicóloga Lucélia de Paula. “Se crio hábitos ruins como comer ou beber compulsivamente, o hábito não vai passar só porque a pandemia passou. Algumas pessoas vão precisar de ajuda. Não espere a pandemia passar para regular o comportamento”.
 


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados