search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Conselho de Educação Física denuncia Pabllo Vittar por exercício ilegal da profissão

Entretenimento

Publicidade | Anuncie

Famosos

Conselho de Educação Física denuncia Pabllo Vittar por exercício ilegal da profissão


Vídeo foi denunciado ao conselho (Foto: Reprodução / Instagram)
Vídeo foi denunciado ao conselho (Foto: Reprodução / Instagram)
O Conselho Regional de Educação Física do Rio de Janeiro apresentou uma notícia-crime, por exercício ilegal da profissão - contra a cantora Pabllo Vittar. A denúncia foi apresentada nesta quinta-feira (13), junto ao Ministério Público Estadual, que irá analisar o pedido.

A base da denúncia são reclamações feitas pelos profissionais de Educação Física ao Conselho Regional, diante dos vídeos feitos pela cantora em suas redes sociais.

Segundo o conselho, Pabllo Vittar estaria "prescrevendo atividades físicas em sua página no Instagram", com direito ao roteiro de alongamentos e atividades. A prática, na visão do conselho, é função própria do profissional de Educação Física, com registro profissional.

"Como se comprova através dos links, o Denunciado começa o vídeo com aquecimento e esclarece que se alonga antes e depois dos exercícios realizados e diz que tem muita gente em casa, com tempo de sobra e precisa mexer o corpo. Enaltece a importância do alongamento para não ficar dolorido. Recomenda a utilização de roupas confortáveis para praticar exercícios", diz a denúncia.

"Não podemos permitir que, reiteradamente, pessoas não habilitadas exerçam ilegalmente a profissão na prestação dos serviços à sociedade, como se Profissionais de Educação Física fossem", completou o conselho.

Até a publicação desta reportagem, Pabllo Vittar ainda não tinha se pronunciado sobre o caso. O Ministério Público do Rio de Janeiro, por sua vez, tem um prazo para analisar se acolhe a notícia-crime e oferece denúncia contra a cantora à Justiça ou se arquiva o caso.

Entrar no grupo do WhatsApp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna Online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados