search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Condição rara faz bebê nascer 'grávida'

Notícias

Publicidade | Anuncie

Bombou na rede

Condição rara faz bebê nascer 'grávida'


Uma bebê nasceu com uma condição muito rara, que acontece cerca de uma vez em cada 500 mil nascimentos, chamada "feto no feto".

O caso aconteceu na Colômbia e foi ainda mais incomum pois os médicos descobriram o feto dentro de Itzmara ainda durante a gravidez.

Itzmara nasceu com uma condição rara conhecida como "feto no feto" (Foto: Reprodução/Facebook)Itzmara nasceu com uma condição rara conhecida como "feto no feto" (Foto: Reprodução/Facebook)

O obstetra Miguel Parra-Saavedra contou que conheceu a mãe da bebê, Monica Vega, de 33 anos, quando ela estava com 35 semanas de gestação, cinco semanas antes da data prevista para o parto.

O médico que acompanhou a gestante anteriormente acreditava que a bebê tinha um cisto no fígado. Mas a hipótese foi descartada quando o Dr. Miguel usou um Doopler colorido e fez uma ultrassom 3D/4D. Ele conseguiu ver que havia um bebê minúsculo envolto por fluído, sustentado por um cordão umbilical separado que extraia sangue e estava conectado ao intestino do gêmeo maior.

"Eu contei para a mãe e ela disse: "O quê? Não, doutor, isso é impossível". Mas eu expliquei passo a passo e ela entendeu", contou o médico ao The New York Times.

Quando estava com 37 semanas e já pesava cerca de três quilos, os médicos decidiram fazer o parto cesariana, pois temiam que o gêmeo interno esmagasse os órgãos da bebê.

No dia seguinte ao parto, o gêmeo fetal foi removido por meio de uma cirurgia.

Segundo o médico, Itzmara passa bem. "Ela tem uma pequena cicatriz em seu abdômen, mas é um bebê normal agora, exceto que o mundo inteiro está falando sobre ela", afirmou.