search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Comer bem para viver bem
Tribuna Livre

Comer bem para viver bem

Mesmo antes das muitas descobertas científicas que revolucionaram o entendimento sobre o funcionamento do corpo humano; a correlação entre alimentação, atividades físicas e condições de saúde já era bastante conhecida. Instintivamente, os seres humanos sempre souberam que a segurança alimentar não era apenas uma questão de sobrevivência momentânea.

Era importante “comer bem” para “viver bem”. Da mesma forma, há muito se sabe que realizar atividades físicas vigorosas regularmente tende a melhorar a resposta do corpo no sentido de suportar a sobrecarga sofrida.

Os aspectos físicos que decorrem de hábitos saudáveis de alimentação e da prática de exercícios têm bastante impacto na percepção estética que as pessoas têm de si e de todos à sua volta. Basicamente, parte do que enxergamos como “beleza” nada mais é do que um sinal de boa saúde e, embora beleza e saúde sejam conceitos distintos, pelo menos nesse ponto, buscado um, obtém-se o outro.

Se antigamente contávamos quase que exclusivamente com nossos instintos para determinar o que era um “hábito saudável”, hoje reunimos informações detalhas sobre milhares de nutrientes, contamos com diversos tipos de profissionais especializados nesse tema e construímos uma enorme indústria que engloba laboratórios, clínicas de estética, consultórios, academias, farmácias, entre outros estabelecimentos.

Com tudo isso, era de se esperar que as pessoas se tornassem cada vez mais saudáveis. Entretanto, em boa parte dos países mais de 2/3 da população está acima ou a baixo do peso ideal e menos de 20% dos adultos fazem exercícios regularmente.

Restringindo-se ao Brasil, estima-se que 27 milhões de pessoas sofrem de obesidade e que outros 50 milhões estejam acima do peso. Como se o atual quadro já não fosse preocupante o suficiente, as estimativas é que esses números aumentem ainda mais nos próximos anos.

Curiosamente, como já exposto anteriormente, a solução do problema é: alimentação saudável e prática regular de atividade física. Mas, por uma série de fatores, a maior parte da população não consegue manter esses hábitos e acabam por comprometer sua qualidade vida.

Para alguns especialistas, estamos diante de um quadro de saúde pública onde milhões de pessoas morrem todos os anos em decorrência de doenças típicas de pessoas sedentárias e de hábitos alimentares ruins.

Há, ainda, um grupo de pessoas que aborda essa questão apenas sob a perspectiva estética e ignora o fator “saúde” envolvido no problema. Uma busca rápida em portais de busca revela inúmeras soluções estéticas para tratar o que, claramente, é um problema de saúde.

É uma feliz coincidência que hábitos saudáveis favoreçam a saúde a percepção estética e, certamente, não há mal algum em manter um estilo de vida saudável por razões estéticas, já que os benefícios para saúde da boa alimentação e da prática exercícios regulares não se perdem pelo fato do objetivo principal ser melhorar a aparência.

Mas a correlação para por aí. Dietas “da moda” cuja única finalidade é perder peso de forma acelerada, por exemplo, além de ter eficácia duvidosa, costumam piorar a saúde de quem as pratica. Pessoas que fazem exercícios movidas apenas pelo desejo de atingir padrões de beleza em um determinado período, muitas vezes se submetem a rotinas perigosas de exercícios, comprometendo as articulações e a coluna.

É preciso ter cuidado para que a busca pela beleza não se torne um problema tão grande quanto a própria falta de hábitos saudáveis.

Edivania Viana Santana, empresária, acadêmica em nutrição e coach de emagrecimento

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Tribuna Livre

Meditação é de graça e fácil

Li outro dia uma coisa engraçada sobre a meditação, mas que traduz uma grande verdade: “Se correr o bicho pega; se ficar o bicho come; se meditar o bicho some”. Sim, o bicho some completamente …


Exclusivo
Tribuna Livre

O uso da geointeligência no combate ao crime

Nas últimas décadas, a humanidade vivencia grandes invenções tecnológicas. Sua constante necessidade de compreender e ocupar o meio em que vive a obriga ter novos conhecimentos a sua disposição. …


Exclusivo
Tribuna Livre

Ionização negativa como cura e prevenção

Muitas pessoas não sabem, mas existe uma situação em que a palavra negativo se completa perfeitamente com a palavra positivo. Sim, quando falamos em íons negativos, que são partículas rápidas da …


Exclusivo
Tribuna Livre

Cidadania ativa é o caminho

O mundo está mudando, as pessoas já não aceitam mais ser espectadoras da cena política, o incômodo parece ser geral, corações e mentes em franco processo de transformação. Parece desordem, fim …


Exclusivo
Tribuna Livre

Donald Trump, Brexit e eleições municipais

Nós, brasileiros, vivenciamos nas últimas eleições nacionais uma guinada política. Sem qualquer juízo de valor, destaco apenas que foi possível verificar nas urnas uma escolha da substancial maioria …


Exclusivo
Tribuna Livre

Depressão, um problema que não podemos ignorar

Um alerta da Organização Mundial da Saúde (OMS) apontou que a depressão entre idosos lidera o ranking de novos diagnósticos. O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revelou, por …


Exclusivo
Tribuna Livre

Menos cortes e mais cultura

A cultura faz parte da estrutura identitária de um povo. É o elo de pertencimento do indivíduo com a coletividade, e deve ser tratada como política pública, de matriz constitucional. Se depender …


Exclusivo
Tribuna Livre

O julgamento do Tribuna do Júri

O primeiro imperador do Brasil, D. Pedro I, instituiu, em 1822, o Tribunal do Júri no Brasil, com competência exclusiva para julgar os crimes de imprensa. No ano de 1824, outorgou a primeira …


Exclusivo
Tribuna Livre

Tecnologia e o trabalho humano entre operadores do Direito

Sou um advogado em meio a 1,1 milhão de outros advogados espalhados pelo Brasil, aproximadamente. Frente a isso, temos ainda as tecnologias, robôs e equipamentos eletrônicos que tendem a ocupar força …


Exclusivo
Tribuna Livre

Constelação sistêmica familiar como uma ferramenta de cura

A constelação sistêmica familiar, organizacional e jurídica é uma ferramenta de cura desenvolvida por Bert Hellinger, que viveu muitos anos na África com os índios da tribo Zulu, onde estudou padrões …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados