search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Com samba sobre intolerância, Pega no Samba entra com 7 minutos de atraso na Avenida

Com samba sobre intolerância, Pega no Samba entra com 7 minutos de atraso na Avenida


 (Foto: Rafael Gomes/AT)
(Foto: Rafael Gomes/AT)

Com o enredo “Viva e deixe-me viver, Intolerância Jamais, o Pega Pede Paz”, a escola Pega no Samba, do bairro Consolação, em Vitória, abriu a sequência de desfiles do Grupo de Acesso A, nesta sexta-feira (14), com sete minutos de atraso.

Um problema com o carro abre-alas fez com que a escola jogasse duas alas na frente do carro alegórico, que representa os índios, nativos da nossa terra. Além deste obstáculo, a escola ainda precisa lidar com a pressão de ter caído do Grupo Especial, em 2019.

Fundada em 1976, a agremiação entrou na avenida às 22h07 e desfilou com 15 alas, três carros alegóricos e mais de mil integrantes gritando, com uma só voz, um pedido de igualdade para grupos como negros, homossexuais, mulheres, índios e de religiões africanas, além de dizer "não" ao preconceito.

 (Foto: Rafael Gomes/AT)
(Foto: Rafael Gomes/AT)

Confira o Samba Enredo:

MEU CANTO ECOA POR IGUALDADE
SOU PEGA NO SAMBA NUM GRITO DE PAZ
EU ERGO A BANDEIRA, LEVANTO POEIRA
INTOLERÂNCIA JAMAIS

Hoje a minha escola tão bonita
Vai desfilar nessa avenida
A luta contra a desigualdade
Seria descoberta ou invasão?
O índio neste chão fez valer a liberdade
A terra não renega sua cor
Ao semear na consciência
Os heróis das páginas da história
Se a democracia ainda tardia “Presente” em nossa memória

NÃO SE CALA, VAI À LUTA... NOS ACORDES DA CANÇÃO
RESISTÊNCIA À FORÇA BRUTA... NO SOAR DO VIOLÃO
O PRECONCEITO A JUSTIÇA REPELE
NA VOZ DE TANTAS MULHERES

Há liberdade escondida em cada sonho
Constrói a nova história de um país
Se a crença que massacra é o alento
O bem revelado da nossa raiz
Favela, o teu nome é esperança
Sentinela da mudança
er diferente é normal
O mundo não tem cor, celebra a união
Hoje não há discriminação

Confira também a ordem dos desfiles para esta sexta (14)

  • Abertura: 20 horas
  • Início do desfile: 22 horas
  • Tempo de Desfile: cada escola de samba terá o tempo máximo estabelecido de 55 minutos para se apresentar na avenida
  • Intervalo entre as Escolas: 7 minutos

Ordem dos Desfiles

  1. Pega no Samba – “Viva e deixe-me viver. Intolerância jamais! O Pega pede paz”
  2. Chega Mais – “Divina Luz”
  3. Andaraí – “Na pancada da 'marvada', 'pinga' água que passarinho não bebe!”
  4. Rosas de Ouro – “Nkinzi a Longo. A Ndombe Muna Ntima a Ntinu wa Kongo. Festa de Santo Preto na Coroação do Rei de Congo”
  5. Chegou O Que Faltava – “Que comecem as apostas! Sorte ou azar, só o tempo dirá”
  6. Barreiros – “A Magia do Tempo”
  7. Mocidade da Praia – “Um mundo azul tão distorcido no espelho seu vou caminhando junto aos meus”


leia mais /


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados