search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Com pandemia, Polícia Militar de SP adia prova de concurso para soldados

Notícias

Publicidade | Anuncie

Concursos

Com pandemia, Polícia Militar de SP adia prova de concurso para soldados


A Polícia Militar de São Paulo adiou a primeira fase do concurso para ingresso na Escola Superior de Soldados. O anúncio foi feito oficialmente no Diário Oficial, no último sábado (20), e a decisão está ligada à pandemia do novo coronavírus.

Prevista para o dia 11 de abril, a prova de conhecimentos gerais ainda não tem previsão para ser realizada, mas, segundo nota oficial da Secretaria de Estado da Segurança Pública enviada à reportagem, a nova data já está em estudo e será divulgada previamente para os candidatos se organizarem.

Ainda no comunicado, o órgão destacou que a alteração foi feita em virtude do atual estágio da pandemia e das restrições previstas no Plano SP, que adotou regras mais rígidas do que as da fase vermelha e que devem permanecer até, no mínimo, dia 30 de março. Além disso, o adiamento busca garantir a maior segurança e preservação da saúde de todos os candidatos.

A prova, que seguirá sendo de forma presencial, respeitando todos os protocolos de segurança sanitária, conta com 115.045 inscritos para um total de 2.700 vagas oferecidas. Com remuneração inicial de R$ 3.318,53, o processo de seleção preencherá vagas para a formação de agentes que realizarão, principalmente, funções de policiamento ostensivo e de preservação da ordem pública.

Prova (Foto: Arquivo/AT)Prova (Foto: Arquivo/AT)

Além da prova de conhecimentos com questões objetivas e dissertativas, o concurso ainda conta com exames de aptidão física e de saúde, psicológico, avaliação da conduta social, da reputação e da idoneidade e análise de documentos.

Os candidatos devem ter entre 17 e 30 anos (exceto para aqueles que já pertencem ao quadro da PM paulista), possuir ensino médio completo e estar em dia com as obrigações eleitorais e militares. Também é exigido ser habilitado para condução de veículo entre as categorias "B" e "E". Ainda é necessário ter alturas mínimas de 1,55 m (mulheres) e de 1,60 m (homens).

O curso de formação para soldado PM 2ª classe tem duração média de um ano e é realizado na Escola Superior de Soldados "Coronel PM Eduardo Assumpção", na zona norte da capital, e nos núcleos de formação no interior.

Para se manter informado, o candidato pode acompanhar as informações por meio do Diário Oficial do Estado (www.imprensaoficial.com.br), Portal de Concursos Públicos do Estado (www.concursopublico.sp.gov.br), página de concursos da Polícia Militar (www.concursos.policiamilitar.sp.gov.br) e portal Vunesp.

Os candidatos que se declararam pretos, pardos ou indígenas e que manifestaram interesse pela pontuação diferenciada, passarão, ainda, pela etapa de verificação da autodeclaração.

Entrar no grupo do WhatsApp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna Online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados