search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Com homenagem de Renato Gaúcho a Maradona, Grêmio vence fora pela Libertadores

Esportes

Publicidade | Anuncie

Esportes

Com homenagem de Renato Gaúcho a Maradona, Grêmio vence fora pela Libertadores


Em jogo com homenagem de Renato Gaúcho a Diego Maradona, o Grêmio mostrou força fora de casa na quinta-feira (26), pela Copa Libertadores. O time brasileiro derrotou o Guaraní por 2 a 0, no estádio Defensores del Chaco, em Assunção, no Paraguai, na ida das oitavas de final. Jean Pyerre e Pepê, mais uma vez, foram os destaques gremistas.

O triunfo deixou o Grêmio em boa situação no confronto. O time gaúcho avançará às quartas de final mesmo se empatar ou mesmo perder por 1 a 0 no jogo da volta, em Porto Alegre, na quinta-feira da próxima semana, dia 3. Quem passar vai encarar o vencedor de LDU x Santos na sequência do mata-mata.

De quebra, o time brasileiro aumentou sua sequência invicta na temporada. Somando partidas de diferentes competições, agora são 13 jogos sem perder - chegou a empatar oito vitórias consecutivas nesta série.

Fora de campo, nesta quinta, o destaque da noite foi Renato Gaúcho. O treinador acompanhou a partida vestido com uma camisa da seleção argentina, com o nome de Maradona e o número 10 nas costas. O ídolo argentino morreu nesta quarta-feira, aos 60 anos, nos arredores de Buenos Aires.

O JOGO

Grêmio e Guarani fizeram um primeiro tempo morno no Defensores del Chaco. Mais preocupado em conter a iniciativa dos paraguaios, o time gaúcho praticamente abdicou de atacar na etapa inicial. Mais que isso, a equipe de Renato Gaúcho anulou o rival e a si própria nos primeiros 45 minutos.

Jogadores comemoram gol do Grêmio (Foto: Lucas Uebel/ Grêmio FBPA)
Jogadores comemoram gol do Grêmio (Foto: Lucas Uebel/ Grêmio FBPA)

O Grêmio foi dominante nos principais fundamentos, como posse de bola e passes certos. Mas quase não finalizou a gol. Tanto que a primeira "boa chance" aconteceu aos 13, quando Luiz Fernando não alcançou passe de Pepê dentro da área. O mesmo Luiz Fernando se recuperaria aos 30, ao fazer grande jogada, com direito a drible sobre quatro adversários antes de chutar para fora.

A postura do Grêmio mudou totalmente no segundo tempo. Logo no primeiro minuto, o time brasileiro já carimbava a trave, em cabeçada de Luiz Fernando, após passe de Diego Souza. A iniciativa gremista estimulou o Guaraní, que também passou a buscar o ataque com mais ímpeto.

Aos 10, Vanderlei precisou intervir para fazer defesa incrível à queima-roupa, na pequena área. No minuto seguinte, Pepê disparou pela esquerda, conteve a marcação e cruzou na linha de fundo para trás. Jean Pyerre, sem qualquer marcação, teve tempo de ajeitar antes de finalizar no canto direito do goleiro Sérvio.

Ou seja, em dois minutos o segundo tempo mostrou melhor futebol do que toda a etapa inicial. E não parou por aí. Aos 15, o goleiro gremista fez outra forte defesa, em tentativa de Morel. Na sequência, aos 19, Luiz Fernando desperdiçou grande chance ao finalizar rasteiro, de fora da área, sobre o goleiro.

Diante do predomínio gremista e da sólida defesa brasileira, o Guaraní desanimou e perdeu força ofensiva. A situação para o time paraguaio ficou ainda mais complicada aos 40, quando o Grêmio anotou o segundo gol. A jogada teve início com longo lançamento de Vanderlei, contou com assistência de Churín e finalização certeira de Pepê, sacramentando a vitória.

FICHA TÉCNICA:

GUARANÍ 0 x 2 GRÊMIO

GUARANÍ - Gaspar Servio; Tripichio, Romaña, Báez, Miguel Benítez; Morel, Florentín (Redes), Rodrigo Fernández, Merlini, Domínguez; Fernando Fernández (Bobadilla). Técnico: Gustavo Costas.

GRÊMIO - Vanderlei; Victor Ferraz, Geromel, David Braz e Diogo Barbosa; Darlan (Rodrigues), Matheus Henrique (Lucas Silva), Luiz Fernando (Everton), Jean Pyerre (Pinares); Pepê e Diego Souza (Churín). Técnico: Renato Gaúcho.

GOLS - Jean Pyerre, aos 11, e Pepê, aos 40 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Matheus Henrique, Miguel Benítez, Diogo Barbosa, Geromel.

CARTÃO VERMELHO - Morel.

ÁRBITRO - Guillermo Guerrero (Equador).

RENDA E PÚBLICO - Jogo sem torcida.

LOCAL - Estádio Defensores del Chaco, em Assunção, no Paraguai.
 

Entrar no grupo do WhatsApp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna Online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados