Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Tribuna Livre

Tribuna Livre

Colunista

Redação A Tribuna

Transporte mais seguro e benefícios para bom condutor

| 28/05/2022, 11:44 11:44 h | Atualizado em 28/05/2022, 11:44

Maio Amarelo. Sim, este mês foi batizado com essa cor, em referência ao sinal de alerta do semáforo, com o intuito de chamar a atenção para um trânsito mais seguro. Este ano, diante de cerca de 15 mil acidentes nas rodovias federais do Brasil apenas nos primeiros três meses, o que corresponde a 23% do total de 2021, a campanha se faz ainda mais relevante e traz como tema “Juntos Salvamos Vidas”.

No Estado, de janeiro a abril deste ano, foram registrados 4.099 acidentes com vítimas e 3.759 sem feridos, uma média de 65 sinistros por dia e, a maioria, 67%, à luz do dia.

Em meio a esses números, uma informação chama a atenção e reforça a importância do transporte coletivo: dados do Ministério da Saúde apontam que o ônibus é o meio de deslocamento mais seguro, responsável pelo menor índice de mortes no trânsito. 

Segundo as estatísticas, o modal leva um terço da população, mas é responsável por uma em cada 200 mortes no trânsito, ou seja, 0,48% do total.

Somado a isso, outro dado reforça o trabalho que vem sendo feito junto ao setor de transporte de passageiros. 

No Espírito Santo, levantamentos apontam que, na maior parte das ocorrências, não ficou constatado que houve imprudência do motorista do coletivo. As principais causas são pedestres ou condutores de motos e automóveis trafegando em locais proibidos. 

Isso mostra que a categoria se preocupa cada vez mais com um trânsito seguro e continua trabalhando para que as empresas também permaneçam em vigilância constante. Esse cuidado se reflete nos dados estatísticos.

Como nenhuma morte no trânsito é aceitável, em todos os 78 municípios do Espírito Santo já estão acontecendo campanhas educativas de prevenção, como ações do Maio Amarelo, tanto por empresas do setor de transportes, como por órgãos públicos e instituições privadas. E o governo federal se comprometeu com a melhoria da sinalização das vias brasileiras, além da duplicação de rodovias para dar melhor vazão e mais segurança ao tráfego.

Outra ação do governo federal, divulgada este mês, foi a assinatura do Cadastro do Bom Motorista, por meio do qual serão concedidos descontos no licenciamento e IPVA, além de tarifas diferenciadas para a renovação da carteira de motorista para os condutores que passarem um ano sem infrações de trânsito.

Ressalto que todo esforço para um trânsito mais seguro é válido, e que medidas simples e eficazes têm de ser colocadas em prática para reduzir os acidentes, como utilizar passarelas e faixas de pedestres, respeitar a sinalização, realizar ultrapassagens seguras, não misturar álcool e direção, proteger os mais vulneráveis no trânsito e adotar regras de direção defensiva.

Todos devem assumir sua responsabilidade para a redução dos sinistros, por isso a gestão da segurança no trânsito deve ser proativa.

JAIME DE ANGELI  é  secretário-geral do Setpes

Ficamos felizes em tê-lo como nosso leitor! Assine para continuar aproveitando nossos conteúdos exclusivos: Assinar Já é assinante? Acesse para fazer login

MATÉRIAS RELACIONADAS