Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Tribuna Livre

Tribuna Livre

Colunista

Redação A Tribuna

Novo momento e propósitos da Federação do Comércio

| 30/06/2022, 10:42 10:42 h | Atualizado em 30/06/2022, 10:42

Os novos tempos e as novas economias exigem uma permanente releitura da prestação de serviços das instituições e dos modelos de negócios do mundo empresarial. Revisão de seus postulados, estrutura operacional, governança e as relações com os poderes públicos, a sociedade e os envolvidos são essenciais no desenvolvimento dos setores econômicos.

Com essa visão e com propósitos bem definidos, uma nova diretoria tomou posse no Sistema Fecomércio, uma entidade que integra o Sesc, o Senac e a Fecomércio, que representa cerca de 70% do PIB do Espírito Santo, reúne mais de 22 sindicatos, totalizando mais de 132 mil estabelecimentos formais e mais de 680 mil trabalhadores.

Esses dados demonstram a força e a presença dos setores de comércio, serviços e turismo no Estado. Dentre as propostas da nova diretoria, que chega com um quadro técnico e qualificado, é de ampliar ainda mais esses números, dando condições ao empresariado de gerar mais negócios, criar novos postos de trabalho e ampliar e melhorar a prestação de serviço à sociedade.

A integração das três entidades, como o uso qualificado e compartilhado dos espaços, será uma das ações imediatas a fim de trazer mais sinergia na gestão e no incremento de atividades para o fortalecimento de novas lideranças. Além disso, iremos propor a atualização dos estatutos da Federação do Comércio, a definição do mandato de quatro anos sem reeleição e a criação de um conselho fiscalizador autônomo que tanto auxiliará como fiscalizará o sistema.

Com um legado importante deixado pelo ex-presidente José Lino Sepulcri, os nossos esforços estarão também concentrados na capacitação dos comerciários e da população que busca uma qualificação profissional, por meio do Senac, presente em 11 municípios capixabas. Nos últimos anos, foram mais de 42 mil alunos que fizeram os cursos ofertados e que estão aptos a desenvolverem alguma atividade no mercado. 

Queremos expandir e oferecer os cursos do Senac também em cidades que hoje não são atendidas presencialmente pela rede. Temos recursos tecnológicos para abrangermos mais profissionais e colocaremos em prática.

A inovação também não pode ficar de fora. Vivemos na era da tecnologia, do desenvolvimento de novos projetos disruptivos e que trazem ganhos para a sociedade. A implantação de um hub de inovação trará vantagens competitivas também para os negócios dos setores. 

São importantes projetos e ações para um novo Sistema Fecomércio. Trago a certeza, com uma diretoria competente e transparente, que cada passo será dado dentro de um modelo de gestão e de governança. Acredito que mudanças são necessárias e que novos caminhos podem ser o reforço que o Espírito Santo precisa para continuar a ser o melhor lugar para se viver, sonhar, criar os nossos filhos e empreender. 

IDALBERTO LUIZ MORO é presidente do Sistema Fecomércio, Sesc e Senac.

Ficamos felizes em tê-lo como nosso leitor! Assine para continuar aproveitando nossos conteúdos exclusivos: Assinar Já é assinante? Acesse para fazer login

MATÉRIAS RELACIONADAS