Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Tribuna Livre

Tribuna Livre

Colunista

Redação A Tribuna

Autoconhecimento e respeito aos limites do corpo da mulher

| 16/03/2021, 10:35 10:35 h | Atualizado em 16/03/2021, 10:37

No mês em que comemoramos o Dia Internacional da Mulher, nada melhor do que um convite à reflexão e ao autoconhecimento através do ciclo menstrual. Você já parou para pensar e observar como cada fase do ciclo menstrual pode interferir no corpo e nas suas atividades?

É claro que essa observação é muito mais visível para as mulheres que têm ciclos naturais, ou seja, não fazem uso de nenhum tipo de hormônio. Compartilhando da minha própria experiência, saber observar seu ciclo menstrual e aproveitar cada fase do mês é transformador: o período pré-menstrual e menstrual é resultado de um mês inteiro de atitudes.

Tudo começa no período pré-ovulação, que acontece logo após a menstruação, e sua duração varia de acordo com a mulher.

A unanimidade é de que, neste período, nosso corpo vai, naturalmente, tendo aumento gradativo de estrogênio, da serotonina e dopamina – que resulta em mais motivação, mais sensação de prazer e mais bem-estar.

É um período que nós, mulheres, não temos aquela conhecida necessidade por doces e carboidratos, e nos sentimos mais motivadas e produtivas. Esse, portanto, é o momento ideal para se alimentar melhor, nutrir corpo e alma, começar coisas novas e fazer mais atividades físicas.

Em seguida chegamos ao período de ovulação que, como todos sabem, é o ideal para engravidar. Mas, mesmo as mulheres que não desejam ser mães neste momento, podem aproveitar alguns sentimentos maximizados. É um período para cuidar do corpo e da mente, é o momento de olhar para os alimentos com mais amor, e também é quando estamos mais abertas às mudanças – já que nosso corpo se prepara para a maior delas, a maternidade.

O período pré-menstrual é o mais complicado para a maioria das mulheres e seus efeitos podem ser sentidos até 10 dias antes da menstruação. Após a ovulação, nosso corpo já começa a produzir progesterona gradativamente – o hormônio responsável pela maioria dos sintomas da TPM. Este é um período mais complicado para lidar com emoções e variações de humor, mas, por outro lado, é uma época com elevada criatividade – aproveite para olhar para si mesma e respeitar os limites do corpo.

Finalmente, chegamos ao período menstrual, onde tudo se encerra para recomeçar. Este é o momento que nossa intuição e criatividade estão no auge. É hora de aproveitar para olhar para o seu interior e praticar o autocuidado, sempre observando tudo que aconteceu no mês que passou e te trouxe até aqui.

A menstruação é o resumo do nosso mês. Nosso corpo é extremamente poderoso e o seu período menstrual diz muito sobre você. Se foi um período mais difícil, se as cólicas menstruais e sintomas vieram com força, pare para observar como foi sua alimentação (do corpo e da mente), seus relacionamentos e hábitos. Provavelmente foram pouco equilibrados.

Para garantir um período menstrual tranquilo, lembre-se de se cuidar ao longo de todo o mês, respeitando limites e lembrando que nutrição vai muito além do que você ingere: é também saúde mental e equilíbrio.


Drielly Daltoé é nutricionista

MATÉRIAS RELACIONADAS