Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Sexo & Saúde

Sexo & Saúde

Colunista

Lorena Baldotto

Sabia que alguns hábitos podem escurecer a sua virilha?

Lorena Baldotto | 23/01/2022, 15:55 15:55 h | Atualizado em 23/01/2022, 20:33

Ah, doutora, estou com a virilha e com a região íntima mais escura, mas não fiz nada de diferente para isso acontecer... Essa é uma das queixas que escuto no consultório. Muitas mulheres reclamam do escurecimento “aleatório” da virilha e da área íntima, mas eu queria te falar que outras regiões como  pescoço, axilas e cotovelos também podem ficar escurecidos e tudo isso por conta de vários fatores.

Muito falamos de fatores externos, como depilação, atrito, etc. Mas você sabia que o escurecimento de algumas regiões do corpo pode surgir também por questões como a alimentação? Principalmente se ela for rica em carboidratos refinados.

Fora a alimentação, há também as questões hormonais, que contribuem, e muito, para o escurecimentos dessas regiões.

Por isso, aqui no consultório, dentro do tratamento para clareamento, com variados procedimentos estéticos que podem ser usados separadamente ou combinados (como laser e luz pulsada, peeling, microagulhamento, etc.) eu sempre faço uma análise metabólica, pois o tratamento precisa ser também de dentro para fora! 

Em alguns casos, é importante adotar mudanças na alimentação, investir em  suplementações de vitaminas e minerais que estejam em falta, usar antioxidantes estimulantes de colágeno e até clareadores orais,  quando necessário.

Por isso, o escurecimento de algumas regiões, como a íntima, não deve ser tratado de qualquer jeito, pois para que a cor  se mantenha “bonita” precisamos tratar e controlar a causa, viu? 

É necessário uma a avaliação criteriosa para um diagnóstico mais preciso. Brinco que precisamos virar a pessoa do avesso.  Seus hábitos,  exames, qualidade de sono, estresse, ansiedade, intestino, tudo isso deve ser levado em consideração, pois só assim é possível encontrar a principal raiz do problema, e realmente tratar de maneira eficiente e garantir bons resultados. 

Outra coisa que você deve evitar para ter uma “pepeca” saudável é o consumo de lactose e o uso de algumas ceras, lâminas ou o excesso de atrito. 

Esses hábitos podem estar influenciando o escurecimento. Então o ideal é ficar longe deles principalmente após o tratamento, para que a pele não volte a escurecer. Gostou da dica? 

Se tiver interesse, eu sempre coloco muitas curiosidades relacionadas à ginecologia e à sexualidade e estética íntima no meu instagram @dra.lorenabaldotto. 

Se quiser saber mais sobre clareamento da região íntima, agende uma avaliação. Será um prazer ter você comigo lá!

Seu limite gratuito de 15 matérias bloqueadas acabou...
Ficamos felizes em tê-lo como nosso leitor! Assine para continuar aproveitando nossos conteúdos exclusivos:
Assinar Já é assinante? Acesse para fazer login

MATÉRIAS RELACIONADAS