Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Sexo & Saúde

Sexo & Saúde

Colunista

Lorena Baldotto

Falar de sexo com adolescente

| 07/06/2020, 10:43 10:43 h | Atualizado em 07/06/2020, 10:46

Tá aí um tabu que ainda existe em muitos lares... Muitas pessoas ainda se sentem constrangidas de falar sobre sexo até com a amiga mais próxima, imagina tratar o tema com seus filhos? Pode até ser complicado, mas é importante e fundamental que a sua cria receba orientações em casa e saiba que é um tipo de assunto que pode ser conversado no seu lar, pois os prazeres da prática são fáceis de serem descobertos.

Principalmente com os hormônios borbulhantes da adolescência, mas os riscos devem ser conversados, neles estão incluídas as gestações da adolescência e a transmissão de doenças sexualmente transmissíveis. Será que isso é complicado?

É importante se atentar a idade deles, e as demandas que eles têm. A maneira mais assertiva de ajudar o seu filho é sanar as dúvidas exatamente de acordo com o amadurecimento dele e respeitar o seu nível de interesse, mas como isso?

Você deve ir respondendo de forma natural as perguntas que eles fizerem. Você deve ir até onde vai a curiosidade deles.

Se ele está te questionando algo é porque o amadurecimento dele já chegou até aquele ponto e, respondendo, você vai criar com seu filho um elo forte de confiança, e ele vai passar a tratar com você dos temas e angústias relacionadas à sexualidade dele(a).

Na fase de transição da adolescência para a vida adulta é muito importante que já saibam mais profundamente sobre sexualidade, mas mesmo assim os diálogos devem continuar, sempre aproveitando determinadas situações e acontecimentos que deem o gancho para a conversa, pois, mesmo estando maiores, quem não tem dúvidas em relação ao seu próprio corpo?

Sobre os hormônios que já estão aflorando? Essas conversas são fundamentais para que eles não fiquem desesperados quando começar a vida sexual e também para que a iniciação sexual seja feita de maneira leve e natural.

Um assunto que não pode ficar de fora e que deve ser ensinado é sobre os métodos contraceptivos e a prevenção às doenças.

Além de deixar os jovens cientes de que, para ter prazer, é necessário o conforto do casal e o respeito de ambos. E, claro, lembrar sempre que a melhor hora para iniciar sua vida sexual é quando estiver realmente preparado.

O mais importante de tudo é não ter pudor em conversar com seus filhos, muitas vezes os pais não conseguem falar sobre isso porque também não foram orientados no passado.

Caso seja esse o caso, que tal aproveitar para pesquisar e se informar mais também? Se mesmo assim você ainda tem dificuldades, procure orientação profissional.

Para mais informações, entre em contato e me siga nas redes sociais @lorenabaldotto

Te vejo lá!

MATÉRIAS RELACIONADAS