Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Plenário

Plenário

Colunista

Surpresa com perfil pacificador

Coluna foi publicada no domingo (03)

Eduardo Maia | 04/03/2024, 11:38 11:38 h | Atualizado em 01/04/2024, 19:00


Imagem ilustrativa da imagem Surpresa com perfil pacificador
Atuação de Marcelo Santos (Podemos), presidente da Assembleia Legislativa, tem surpreendido "de forma positiva" os deputados da Casa |  Foto: Divulgação/Podemos

A atuação do presidente da Assembleia, Marcelo Santos (Podemos) tem surpreendido “de forma positiva” os deputados da Casa, de acordo com parlamentares ouvidos pela coluna. O presidente tem abraçado a causa do deputado Capitão Assumção (PL) e da oposição, que tem protestado contra a prisão do parlamentar desde o momento que ela ocorreu.

Marcelo, desde que assumiu a presidência demonstra perfil de interlocutor, articulador e pacificador. Apesar das características serem vistas como qualidades, interlocutores não negam que isso possa render bons frutos para ele em 2026. A prisão de Assumção acabou pegando os parlamentares de surpresa, após decisão do ministro Alexandre de Moraes. Marcelo chegou a divulgar uma nota, comunicando que o STF informou que os próprios deputados iriam votar para resolver o futuro do deputado e isso já deve acontecer nesta segunda-feira (04).

Assunto está de lado

Com a prisão de Assumção, parlamentares disseram à coluna que a votação para o novo conselheiro do Tribunal de Contas (TCE-ES), esperada para acontecer nesta segunda-feira (04), pode ficar de lado, até segunda ordem. “Ninguém está nem falando sobre isso. Os parlamentares querem resolver sobre a prisão e depois pensar em votação”, garantiu um deputado.

Prefeito avalia saída

O prefeito Arnaldinho Borgo (Podemos) estaria avaliando a possibilidade de sair da sigla antes da eleição. Na prática, essa mudança poderia se dar até o início de abril. Interlocutores do prefeito e do partido avaliam que a relação com do chefe do Executivo com a direção da legenda tem ficado cada dia mais fria, daí um dos motivos para a possível saída.

Italiano na ponta da língua?

Aproveitando as comemorações dos 150 anos da chegada dos italianos ao Espírito Santo, o secretário de Meio Ambiente, Felipe Rigoni (União), descendente de imigrantes, publicou vídeo tentando aprender italiano. “Sou descendente mas não sei uma palavra. É um trava-língua”, brincou.

Ultimato

No próximo dia 16, o PDT da Serra realizará uma convenção de prestação de contas do mandato, já que o prefeito Sergio Vidigal pertence ao partido.

Para além disso, outro fato é aguardado para esse dia: as conversas internas são de que a sigla tenta convencer que Vidigal anuncie, enfim, se vai ou não disputar a reeleição. Nos bastidores, circula a possibilidade do presidente do diretório, Weverson Meireles, ser o indicado do prefeito este ano.

Dobradinha de PP e PL em Cachoeiro

O deputado Theodorico Ferraço (PP) se encontrou com o pré-candidato do PL à Prefeitura de Cachoeiro, Léo Camargo (PL). A reunião demonstra que os partidos parecem estar alinhados na cidade. “O PP conversa com todos, mas só vamos definir sobre a eleição em julho”, disse Ferraço. Já Léo comentou que tem esperança de que PP e PL caminhem juntos. “Só não sabemos qual partido será cabeça e qual será pescoço”, disse, em referência à chapa.


Galeria

Mais um ministro

No sábado (02) o governador Renato Casagrande (PSB) recebeu a ministra da Saúde, Nísia Trindade. Nesta segunda-feira (04), Casagrande receberá mais um ministro: Camilo Santana, da Educação. Juntos, farão o lançamento Nacional do Programa Pé de Meia.

Idosos no trabalho

O deputado Denninho Silva (União) apresentou projeto que cria o programa “Idade Ativa”. A proposta elenca uma série de diretrizes que devem ser seguidas para a promoção da econômica de pessoas com mais de 60 anos.

Apoio de jovens no campo

Para incentivar novos empreendedores no campo, tramita na Assembleia proposta para instituir o Programa Estadual Jovem Empreendedor Rural no Espírito Santo. A iniciativa é voltada para pessoas que atuam no meio rural, possuem baixa renda familiar e têm entre 16 e 29 anos. O autor da matéria é o deputado de Linhares, Lucas Scaramussa (Podemos).

Ficamos felizes em tê-lo como nosso leitor! Assine para continuar aproveitando nossos conteúdos exclusivos: Assinar Já é assinante? Acesse para fazer login

SUGERIMOS PARA VOCÊ: