Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Plenário

Plenário

Colunista

Eduardo Maia

Saída do governo e especulações

Coluna foi publicada nesta terça-feira (30)

Eduardo Maia | 30/04/2024, 11:06 11:06 h | Atualizado em 01/05/2024, 12:21

Imagem ilustrativa da imagem Saída do governo e especulações
Marcos Delmaestro focará no planejamento partidário e estará mais próximo dos vereadores do PP |  Foto: Reprodução / Instagram

Mais uma peça importante se movimenta no tabuleiro político de Vitória. O atual assessor especial da Secretaria da Casa Civil do governo do Estado, Marcos Delmaestro, anunciou que deixará o cargo para ficar mais próximo do processo municipal.

Vale lembrar que Delmaestro é o presidente do PP em Vitória, partido que tem a preferência para compor a vice do prefeito Lorenzo Pazolini (Republicanos). Com exclusividade para Plenário, Delmaestro disse que a partir de agora focará no planejamento partidário e estará mais perto dos vereadores do PP.

A partir da exoneração, que deve ser publicada até quinta-feira (02), Delmaestro deverá ser alocado no gabinete da presidência da Câmara de Vitória, junto ao próprio presidente, Leandro Piquet (PP). Apesar da saída, ele deixa claro: “A conversa com o governo é excelente, com todos atores, Casagrande (PSB) e Ricardo (MDB). O PP continua no governo, está tudo certo”.

Mais um nome na lista

Com a saída de Delmaestro do governo do Estado, nos bastidores já circula que o nome dele poderia ser somado aos outros na lista de possibilidades para compor a vice de Pazolini. Só o PP já teria a ex-presidente da Findes, Cris Samorini; presidente da Câmara, Leandro Piquet e ex-deputada Soraya Manato. Delmaestro, porém, nega a possibilidade.

Caminharão juntos?

A Central Única dos Trabalhadores (CUT-ES) vai promover evento nesta quarta-feira (1º), para marcar o Dia do Trabalho. O pré-candidato à Prefeitura de Vitória, João Coser (PT), estará presente.

Corre nos bastidores que a ex-vice-governadora, Jacqueline Moraes (PSB), cotada como possibilidade de compor vice com Coser, também poderá ir ao encontro.

Vale dançar com eleitor

O pré-candidato à Serra e sucessor de Vidigal (PDT), Weverson Meireles (PDT), tem usado as redes para se aproximar do eleitorado. Desta vez, foi flagrado em encontro de moradores dançando com eleitores. “A ideia é passar leveza, mas ele é melhor político do que dançarino”, brincou um interlocutor.

Esquentou

Por conta da confusão envolvendo o prefeito de Dores do Rio Preto, Ninho (PP), e o deputado Vandinho Leite (PSDB) na última sexta-feira (26), o clima ontem na Assembleia esquentou. Vandinho criticou a postura do prefeito. “Quando fui cumprimenta-lo, ele fez questão de falar alto e tentar me agredir. Não vamos nos calar”. Janete de Sá (PSB), também alvo de Ninho, chegou a falar que ele “deveria lavar a boca” para falar do nome dela.

Ibatiba tem três novos vereadores

O Tribunal Regional Eleitoral do Espírito Santo (TRE-ES) realizou o reprocessamento dos votos referentes à eleição proporcional de 2020, após ser constatada fraude à cota de gênero na cidade. Agora, a Casa tem novos vereadores: Geilson Dias Tomaz (Cidadania), Fábio Ambrozio Nascimento Trindade (PSB) e Marcus Rodrigo Amorim Florindo (PMN). A diplomação acontecerá no próximo dia 02 e a posse ficará sob responsabilidade da Câmara.


Galeria

Direita na Serra

O evento de lançamento da pré-candidatura de Igor Elson (PL) ao Executivo contou com a presença de vários nomes da direita, inclusive o deputado federal Hélio Lopes (PL-RJ). O pré-candidato à Prefeitura de Vila Velha, Alexandre Ramalho, chegou a falar que a chancela foi “convocada pelo eterno ex-presidente Bolsonaro (PL)”. Elson confirmou à coluna: “Não vamos recuar. É pra valer”.

Deixou a secretaria

O então secretário de Cidadania, Direitos Humanos e Trabalho de Vitória, Diego Libardi (Republicanos) deixou a secretaria para focar no processo eleitoral em Cachoeiro. Na cidade, ele é chancelado pelo presidente estadual, Erick Musso.

Clima em Cachoeiro

Libardi faz parte do grupo que envolve também os deputados estaduais Dr. Bruno Resende (União) e Allan Ferreira (Podemos). O objetivo é que entre os três saia o candidato do grupo. Libardi e Allan, nos bastidores, estariam em vantagem.

SUGERIMOS PARA VOCÊ: