Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Papo de Família

Papo de Família

Colunista

Cláudio Miranda

Pessoas que reclamam demais

| 05/02/2022, 10:34 10:34 h | Atualizado em 07/02/2022, 09:19

Há pessoas que reclamam demasiadamente de tudo à sua volta. Reclamam do frio, do calor, do trânsito, do sabor da comida, do emprego, do salário e tudo mais. Se tornam inconvenientes e rabugentas porque nada está bom para elas. 

Não é que não se possa reclamar de alguma coisa, mas há aqueles que são reclamões compulsivos. 

Muitos não se dão conta que são assim e quando alguém do convívio lhe chama a atenção, eles dizem: “Ai, não posso falar nada que vocês me retrucam”. 

Você é assim? Conhece alguém com esse comportamento?

Quem reclama demasiado está sempre com a atenção no que é negativo. São pessoas cansativas porque estão sempre focadas no que falta na vida. São hiper-reativas e veem problemas em tudo. 

Conviver com elas é muito ruim por que elas desarticulam emocionalmente todo o ambiente e pessoas à sua volta.

Reclamar é uma das formas que elas têm de iniciar um diálogo e de chamar atenção para si. Qualquer coisa ruim que aconteça ela fica presa naquilo e repete a história incessantemente. Por exemplo: arranhou o carro no poste. Pronto, vai falar disso pelo menos uns 15 dias tornando o problema maior do que ele realmente é. 

Não existe uma ação de solução ou de superação. Há apenas uma inércia doentia e desequilibrante numa repetição sem fim do fato.

Existem também aqueles que não reclamam verbalmente, mas alimentam silenciosamente o seu campo mental com pensamentos de inferioridade, perdas e fracasso, mesmo que tenham uma boa condição de vida.

A reclamação excessiva está relacionada a uma baixa autoestima e uma autoconfiança fragilizada. Reclamar, para essas pessoas, é a única forma de se mostrarem em evidência no grupo familiar, amigos e no trabalho. Sofrem por insegurança e medo dos problemas que fazem surgir a cada dia.

O reclamão expressa raiva, frustração, irritação e medo. A constância desses pensamentos negativos libera uma grande quantidade de cortisol, que é o hormônio do estresse que causa pressão alta. Fisicamente isso irá causar vários outros problemas de saúde.

Como eliminar o hábito de reclamar:

1 - Observe e controle a quantidade de reclamações por dia.

2 - Desenvolva o hábito de colocar sua atenção nas coisas boas do dia a dia, mesmo que simples

3 - Inicie uma prática de meditação.

4 - Faça terapia.

Pessoas negativas precisam passar por um processo terapêutico para descobrir em que momento esse hábito foi desencadeado. 

A terapia sinalizará formas de se alcançar o equilíbrio e de perceber os fatos positivos que acontecem no dia a dia.

O equilíbrio emocional de uma pessoa será medido pela  capacidade de suportar as situações sem queixas exageradas. Uma pessoa feliz não é aquela que não tem problemas. O nível de felicidade de alguém será percebido pela sua capacidade em lidar com seus problemas buscando com paciência as possibilidades de solução para eles. 

A prática da meditação é uma ótima maneira de se equilibrar, silenciando a mente  de “barulhos” que tanto incomodam.

Gostou desse artigo? Conheça outros temas no meu Instagram @claudiomirandapsico.

Até breve!

MATÉRIAS RELACIONADAS