Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Papo de Família

Colunista

Papo de Família

Como criar seu filho para ser independente e autoconfiante

Os filhos devem ser criados de uma forma que, na vida adulta, se tornem independentes da família. Contudo, muitos pais, com receio de ver o filho sofrer, acabam fazendo e se doando demasiadamente para eles. Essa falta de responsabilidades poderá fazer deles pessoas dependentes, inseguras e frágeis.

Jornal A Tribuna | 19/02/2022, 12:12 12:12 h | Atualizado em 19/02/2022, 12:13

Alguns pais entendem essa independência como abandono. Há filhos que veem sua independência com receio e insegurança. Isso acontece na sua família?    

O apego demasiado aos pais pode afetar a vida dos filhos  na vida adulta. A dependência e a insegurança deles poderão lhes causar sérios problemas no futuro, na hora de tomar decisões importantes na vida, como faculdade,  trabalho, dinheiro, relacionamentos e filhos.   

Bons pais são mais diretivos e restritivos na educação.  A superproteção inibe e desprepara os filhos  para os momentos difíceis, que pedirão tomadas de decisão. 

Excessos de sombra  impedem o filho de se desenvolver adequadamente e caminhar por si só. Se for bem orientado, se torna adulto seguro, independente e capaz de resolver seus problemas e desafios.  

Veja os sinais  em que seu filho é mais dependente:

1 – É demasiadamente passivo no presente e desinteressado com seu futuro.

2 – Mostra oscilação de humor ante um desafio ou uma providência a ser tomada.

3 – Culpa os pais quando eles não têm sucesso em algo.

4 – Sempre espera que os pais resolvam tudo para eles.

5 – São frágeis e inseguros nas tomadas de decisões.

Esses comportamentos começam desde muito novos, quando se dava água na mão ao pedirem, e quando ganhavam coisas excessivas e sem necessidade. 

Filhos dependentes e inseguros têm grande chance de se tornarem adolescentes e adultos tiranos e autoritários com os pais, por estarem acostumados a ter tudo ou quase tudo que querem.

 Normalmente, eles têm uma baixíssima tolerância à frustração, por não serem capazes de lidar com perdas e fracassos.

Para estimular independência e autoconfiança no filho, os pais devem:

1 – Criar uma rotina  que deverá ser seguida pelos filhos, como: hora de acordar e dormir, almoço, lanche, jantar, do dever de casa, etc.

2 – Determinar e monitorar  o horário de estudo diário.

3 – Determinar relação de tarefas de ajuda na organização da casa, tais como: arrumar a cama, varrer, passar pano, lavar vasilhas, descer com o lixo, etc.

4 – Criar o hábito de fazer  refeições juntos sem uso do celular.

5 – Determinar um dia fixo na semana para conversar, rezar juntos, ler contos e comer alguma sobremesa gostosa. Nesses dias, pode-se conversar sobre problemas ocorridos e encontrar formas de superá-los para viver melhor.

O diálogo e a boa comunicação são um ótimo caminho para desenvolver a segurança, coragem e autonomia dos filhos. 

Ame seus filhos sem aprisioná-los emocionalmente.

Seu limite gratuito de 15 matérias bloqueadas acabou...
Ficamos felizes em tê-lo como nosso leitor! Assine para continuar aproveitando nossos conteúdos exclusivos:
Assinar Já é assinante? Acesse para fazer login

MATÉRIAS RELACIONADAS