Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Papo de Família

Papo de Família

Colunista

Cláudio Miranda

Bullying em família é destruidor

Jornal A Tribuna | 06/11/2021, 11:53 11:53 h | Atualizado em 06/11/2021, 11:53

É muito comum ouvir falar de bullying no ambiente escolar, entre colegas de classe. Contudo, ele pode acontecer no ambiente familiar entre pais, filhos e irmãos. Isso é terrível quando acontece porque os filhos esperavam que na família eles fossem protegidos.

 Tristemente, quando isso ocorre, o abalo psicológico pode ser muito grande do ponto de vista da saúde mental. A sensação de desamparo e solidão é muito grande e certamente desencadeará outros problemas de fundo emocional.

Crianças e jovens que são humilhadas e sofrem ataques constantes de pais e irmãos têm mais chance de sofrer de ansiedade e depressão. Pais que não são protetivos com seus filhos poderão fragilizá-los terrivelmente e se tornarem adultos frágeis, inseguros e desesperançosos perante a vida. Sempre que eles voltam à casa entram em sobressalto porque nunca sabem o tipo de ataque que receberão.

Essas humilhações provenientes das famílias podem comprometer o futuro de crianças e jovens pela frequência com que acontecem e fazendo algumas vezes que tomem decisões e caminhos equivocados na vida. 

A falta de acolhimento por parte dos seus pais e cuidadores poderá forçá-los a fazer escolhas ruins e buscar também pessoas de má índole que os envolverão em situações sociais de cunho muito negativo.

Há pais que fazem ataques aos filhos sem perceber o mal que cometem. Usam com frequência palavras e expressões depreciativas. É normal alguns chamarem os filhos de retardado, frouxo, burro, incompetente, gordo, magrelo e outras falas negativas. 

Muitos dirão que é brincadeira e que não fazem isso por mal, mas isso é ruim e abalará a autoestima do  filho. 

Alguns pais acreditam que no caso de filhos homens esse tratamento fará com que eles sejam mais corajosos e destemidos, mas é um erro pensar assim. 

Veja cinco sinais de que você pode estar praticando bullying em família:

1- Usar palavras e expressões desrespeitosas e depreciativas com seu cônjuge, filhos e irmãos, tipo: “Fulano não faz nada direito. É um burro mesmo. Não vai dar para nada na vida. Não tem jeito, é um caso perdido”

2- É autoritário e quer ter sempre a última palavra sem dar direito de fala aos outros. 

3- Se coloca como mais importante e superior a outros familiares por questão financeira, formação acadêmica ou status social e afirma: “Fulano não se esforçou para ter as coisas na vida.”

4- Não valoriza o sucesso e o esforço do outro.  O que o outro faz nunca é suficientemente bom. Sempre fica faltando algo.

5- Diz que suas críticas são sempre construtivas e se ofende alguém, diz que foi só uma brincadeira.

Filhos amados, queridos e protegidos têm muito mais chance de sucesso na vida. Valorize os pontos positivos dos seus filhos. Dê a eles recursos para superarem as dificuldades que possam apresentar. Esteja ao lado deles quando fracassarem em algo e os estimulem a tentar de novo. 

Crie nos seus filhos a crença de que o erro é o caminho do acerto. Não tem que ter vergonha de ser imperfeito porque isso faz parte da nossa vida.

Bom fim de semana.

MATÉRIAS RELACIONADAS