Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Painel

Painel

Colunista

Folha de São Paulo

Vista grossa

| 20/10/2020, 10:31 10:31 h | Atualizado em 20/10/2020, 10:35

Do mensalão à Lava a Jato, envolvidos em escândalos de corrupção de grande repercussão não receberam punições de seus partidos.

A lista inclui Delcídio do Amaral (PT), José Roberto Arruda (DEM), Geddel Vieira Lima (MDB), Aécio Neves (PSDB), Eduardo Cunha (MDB), Sérgio Cabral (MDB), e outros. As legendas se dedicaram a esfriar as crises. É o caso, agora, de Chico Rodrigues (RR), pego com dinheiro entre as nádegas. O DEM diz que ainda vai avaliar quais medidas tomar.

Põe na tela
Em 2005, um assessor do deputado José Guimarães (PT-CE) foi pego com US$ 100 mil (R$ 561 mil) dentro da cueca e R$ 209 mil em duas sacolas, no aeroporto de Congonhas, em São Paulo. Mais recentemente, Rodrigo Rocha Loures (MDB), ex-assessor de Michel Temer, foi filmado correndo com R$ 500 mil numa mala.
Por opção
Alguns dos personagens pediram desfiliação de seus partidos, mas por decisão própria, como Delcídio, Arruda, Geddel (condenado no caso do bunker de R$ 51 milhões), Rocha Loures e Cabral, este último condenado 14 vezes pela Lava a Jato do Rio.

Polícia
Nem Flordelis dos Santos Souza (RJ), acusada de ser mandante do assassinato do marido, foi excluída pelo PSD. Por enquanto ela está afastada.

Regras
Aqueles que descumpriram ordens de dirigentes, por outro lado, entraram na mira. Como em 2003, quando o PT mandou embora Heloísa Helena (AL), Babá (PA), Luciana Genro (RS) e João Fontes (SE), acusados de desobedecer orientações da legenda. No ano passado, o PDT ameaçou excluir Tabata Amaral (SP) por ter votado a favor da reforma da Previdência.

Tribunal
Se seguir os conselhos que tem recebido, de pedir licença por conta própria, Chico Rodrigues pode evitar que seu afastamento seja julgado pelo plenário do Supremo. O ministro Luís Roberto Barroso avalia tirar o caso da agenda da Corte, justificando não haver mais motivo.

Como está
Eduardo Pazuello (Saúde) não aceitou sugestão de João Doria (PSDB-SP) para mudar a data da reunião com governadores de hoje para quinta.

Planos
O tucano queria que o encontro de estados fosse após sua conversa com o ministro sobre a vacina chinesa, amanhã. Ainda assim, a expectativa é de que a briga sobre o tema chegue ao fim.

Passa
Uma em cada cinco cidades do Brasil não solicitou recursos da lei Aldir Blanc para auxílio emergencial ao setor cultural. O balanço foi feito pelo Ministério do Turismo após o fim do prazo para cadastro dos planos de ação junto ao governo, no sábado.

Repassa
No Centro-Oeste, 42% dos municípios não se cadastraram. No Norte, a taxa de ausência ficou em 25%. Agora, os recursos que não foram destinados para as cidades serão transferidos para os fundos estaduais de cultura.

Queridinho
Candidato à reeleição na Prefeitura de SP, Bruno Covas (PSDB) desponta como o preferido do mercado até agora, pelo menos nas doações. Após José Roberto Lamacchia, da Crefisa, e de David Safra, do Banco Safra, a campanha do tucano recebeu R$ 100 mil de Elie Horn, dono da Cyrela. Covas soma R$ 7,5 milhões em receitas.

Money
Celso Russomanno (Republicanos), que aparece na ponta nas pesquisas de intenção de votos, por enquanto trabalha com R$ 500 mil do partido. Guilherme Boulos (PSOL) tem R$ 1,2 milhão — R$ 312 mil de vaquinha virtual.

Hacker
Boulos enviou mensagens para seus contatos ontem avisando que teve o celular clonado. Uma pessoa teria se passado por ele pedindo recursos para “ajudar na campanha”.

Colinha
Um dos números mais visados nas candidaturas para vereadores é o que vai para a urna com 000, pela facilidade de memorização. Em São Paulo, os partidos usaram diferentes critérios nas escolhas.

Motivos
A Rede escolheu Raquel Marques pelo prisma da diversidade: mãe, bissexual e membro da Bancada Ativista na Assembleia Legislativa. O PCdoB ficou com Luiz França, 56, pelo tempo na sigla. Já o PDT deu o número para Gabriel Cassiano por representar fielmente as visões do partido.

Tiroteio
“É impossível pedalar com a verdade. Culpar o feminismo é o clima do retrocesso no Brasil ao qual ele está ligado.” Da deputada Alice Portugal (PCdoB-BA) sobre Robinho culpar movimentos feministas por ter o contrato rescindido com o Santos.

MATÉRIAS RELACIONADAS