Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Painel

Painel

Colunista

Folha de São Paulo

Prato feito

| 02/10/2020, 10:57 10:57 h | Atualizado em 02/10/2020, 10:59

Técnicos do governo que monitoram o preço do arroz informaram ter indícios de que o represamento de estoques que levou à alta de preços ocorreu na etapa anterior à dos supermercados, ou seja, nos atacadistas. Nem produtores, nem varejo ganharam com o aumento do produto, indicam informações internas.

As primeiras levas do arroz importado com alíquota zero começam a chegar na segunda quinzena deste mês. Foram negociadas 225 mil toneladas dos EUA, Índia e Guiana.

Tanque
As quantidades encomendadas representam mais da metade do limite proposto pelo governo até 31 de dezembro, de 400 mil toneladas.

Torcida
O deputado Alceu Moreira (MDB-RS), presidente da Frente Parlamentar Agropecuária, afirma que em novembro começa a ser colhida a safra de arroz de Santa Catarina. Com isso, ele não acredita que o governo ampliará o volume de importação da cota.

Corrida
Senador de uma importante bancada partidária relatou que já começou a receber ligações de conselheiros federais da OAB, ontem, pedindo voto favorável a Kássio Nunes, indicado por Jair Bolsonaro ao STF (Supremo Tribunal Federal).

Conhecido
Embora considerado um “azarão”, por ter não ter passado pela lista de favoritos à vaga, Nunes já é conhecido de alguns parlamentares que vão sabatiná-lo. Segundo relatos, ele circula por gabinetes há pelo menos dois anos, quando trabalhava por uma indicação ao STJ (Superior Tribunal de Justiça).

360º
A lista de padrinhos de Kássio Nunes é crescente. Vai de José Sarney, cacique histórico do MDB, a petistas que, nos bastidores, elogiaram a indicação de Bolsonaro.

Guerra fria
O PTB proibiu a existência de grupos setoriais do partido que tenham a China como tema. A decisão partiu do presidente da legenda, Roberto Jefferson, que, assim como diversos conservadores, critica o País pela Covid-19

Paz celestial
A decisão ameaça o PTB Oriental, criado em SP em 2017. “Se isso acontecer, será um erro estratégico”, diz o líder do grupo, Fernando Zhu, para quem as críticas à China são exageradas. O coletivo, com 30 integrantes, defende interesses da comunidade asiática e tem não apenas chineses, mas representantes coreanos e tailandeses.

Carreira solo
A deputada Edna Macedo, irmã do bispo Edir Macedo, foi a única parlamentar do Republicanos a votar contra o projeto de João Doria (PSDB-SP) que tira recurso de universidades e extingue autarquias. Para o encerramento do processo de discussão, o governo precisava que ao menos 48 deputados registrassem presença. Faltou apenas um.

Mais eu
Edna relata pressão de colegas do partido, integrante da base do governador, para ajudar na votação do projeto, que ela diz ser uma “excrescência”. “Sou aliada, não alienada”, disse. Ela disse que sua posição não foi afetada pela candidatura de Celso Russomanno à prefeitura, de oposição ao PSDB.

Irmanados
A vitória da oposição a Doria na Assembleia resultou em um inusitado vídeo de celebração juntando deputados de partidos de direita, como PSL e Patriota, como Psol e Rede. O registro, feito numa live por Arthur do Val, teve direito a choro do deputado Castello Branco (PSL)

Classe A
Consulta eleitoral feita pelo grêmio estudantil do Colégio Santa Cruz, um dos principais da elite de São Paulo, aos alunos resultou em vitória folgada de Guilherme Boulos (Psol). Ele obteve 36,1%, comprovando sua força entre os segmentos mais ricos, já apontada pelo Datafolha. Participaram cerca de 230 estudantes do ensino médio.

Rabeira
Em segundo lugar ficou Arthur do Val (Patriota), com 12,4%, seguido por Bruno Covas (PSDB) e Marina Helou (Rede), ambos com 11,2%. Jilmar Tatto (PT) não chegou a 1%.

Missão
Depois de receber a tarefa de coordenar ações na Amazônia, Hamilton Mourão vem sendo chamado a cuidar de outro tema que não desperta muito interesse em Jair Bolsonaro: a África. O vice-presidente participará de fórum do Standard Bank para relançar a política externa para o continente, em 26 de outubro.

Tiroteio
“Foi uma reação guiada pelo amadorismo diplomático. Soberania não se reafirma, soberania se exerce”
De Hussein Kalout, ex-secretário de Assuntos Estratégicos da Presidência, sobre as críticas de Jair Bolsonaro ao candidato Joe Biden.

MATÉRIAS RELACIONADAS