Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Painel

Painel

Colunista

Fio desencapado

| 31/01/2020, 06:58 06:58 h | Atualizado em 31/01/2020, 17:50

Onyx destacou que a expectativa do governo é repetir o bom resultado da votação em primeiro turno
Onyx destacou que a expectativa do governo é repetir o bom resultado da votação em primeiro turno |  Foto: Valter Campanato/ Agência Brasil
Onyx Lorenzoni (Casa Civil) disse a aliados ontem ter ficado surpreso com a decisão de Jair Bolsonaro de retirar a gestão do PPI (Programa de Parcerias e Investimentos) da alçada de sua pasta e esvaziar ainda mais seus poderes.

Ele afirmou que precisava conversar com o chefe para compreender o objetivo dele ao enfraquecê-lo. Integrantes da cúpula do DEM, partido do ministro, viram no gesto um golpe duro e desleal e defendem que o correligionário pedisse para sair.

Amigos, amigos...

Embora tenha anunciado sua decisão de mudanças na pasta nas redes sociais na manhã de ontem, Bolsonaro conversou com ministros ainda na tarde da última quarta-feira sobre tirar o PPI da Casa Civil e mandá-lo para a Economia.

...Negócios à parte

Onyx, que acompanha Bolsonaro desde o período eleitoral, indicou às pessoas com quem falou que só soube pelo Twitter da decisão do Presidente. Ainda pela manhã, ele decidiu antecipar sua volta das férias da próxima segunda-feira para hoje e embarcar num voo dos EUA para o Brasil.

Não está comigo

Apesar de não ter relação direta com o esvaziamento de sua pasta, Onyx também disse que vai tentar se afastar da polêmica envolvendo o agora ex-secretário Vicente Santini, exonerado da Casa Civil após ter voado em uma aeronave da FAB. O ministro afirmou a colegas que não sabia que o funcionário pegaria um jato da força para ir à Índia.

Outro braço

Não só os filhos de Bolsonaro são amigos de Santini. Partiu de generais a indicação para que ele compusesse o governo ainda no governo de transição, em 2018.

Verão passado I

Embora recorrente, o uso controverso de aviões da FAB por autoridades não vem recebendo punições do TCU (Tribunal de Contas da União). De três representações feitas pelo Ministério Público no ano passado, duas foram arquivadas. Só uma, contra o ministro Dias Toffoli, do STF, ainda aguarda decisão.

Verão passado II

Desde que veio à tona a viagem de Santini foram apresentadas duas novas representações à Corte. A última, ontem, pede para avaliar a utilização de aeronaves segundo os “princípios da moralidade e economicidade” e ponderar a pertinência de determinar que a FAB cobre os ministérios pelo serviço.

Fogo I

Abraham Weintraub (Educação) tem dito a aliados acreditar que os ataques do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), tem o objetivo de tachar o governo de incompetente.

Fogo II

O ministro também concorda com a interpretação de pessoas ligadas a Olavo de Carvalho de que o plano é criar um clima de desgaste que abra caminho a um impeachment ou inviabilize Bolsonaro nas próximas eleições.

Fio da meada

O presidente da Câmara fez duras críticas ao ministro em dois eventos em menos de 12 horas. A assessores, Weintraub atribuiu a irritação de Maia também à troca no comando do FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação). Um aliado do parlamentar foi demitido.

Silêncio

Procurados, Maia e Weintraub não responderam.

Imagem ilustrativa da imagem Fio desencapado
W.O.

O Ministério da Educação (foto) não enviou representantes para reunião de ontem que tratou dos gastos com Educação que serve de base para calcular o Fundeb. Participaram integrantes do Ministério da Economia, do TCU, da Câmara, do Senado e das secretarias estaduais. A ausência do MEC foi criticada.

Afaste I

A Defensoria Pública de São Paulo e a Defensoria Pública da União recomendaram aos ministérios dos Direitos Humanos e da Saúde que não veiculem a campanha que prega a abstinência sexual na Semana Nacional de Prevenção da Gravidez na Adolescência.

Afaste II

Os órgãos temem que, ao destacar o método sobre os comprovadamente eficientes contra a gravidez, possa aumentar a desinformação entre adolescentes.

Tiroteio

“Pode ser ainda pior que (Roberto) Alvim, pois tem carisma e nunca se opôs ao desmonte e à censura do governo Bolsonaro”

Da deputada federal Sâmia Bomfim (Psol-SP), sobre a oficialização da atriz Regina Duarte no cargo de secretária da Cultura, na quarta-feira.

MATÉRIAS RELACIONADAS