Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Painel

Painel

Colunista

Folha de São Paulo

Fervendo

| 19/03/2021, 09:39 09:39 h | Atualizado em 19/03/2021, 09:43

Em misto de comoção e revolta, senadores recorriam a uma expressão ontem para se referir à morte cerebral de Major Olímpio (PSL-SP): a gota d'água que faz transbordar o copo de Jair Bolsonaro.

Para eles, o ocorrido deve aumentar a pressão sobre Rodrigo Pacheco (DEM-MG) pela CPI da Pandemia. Apesar do clima de consternação, caciques experientes do Congresso ainda são céticos. Dizem que, sem mobilização nas ruas, a situação de Bolsonaro permanece a mesma.

Feito
A CPI já tem as assinaturas necessárias, mas o presidente do Senado tem tentado evitar sua instalação.

Pressão
“A ausência de atitudes mais firmes, como a instalação da CPI, torna cúmplices de genocídio todos aqueles que contribuem para isso”, diz o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP).

Calma
Representantes do centrão e aliados de Bolsonaro, por outro lado, tentam descolar o Presidente da tragédia e descartam tanto a abertura da CPI como movimento de impeachment.

Veja bem
“Franceses estão indignados com o governo da França também. Não vejo espaço para interpretação política”, diz Eduardo Gomes (MDB-TO), líder do governo no Senado. “Major Olímpio não morreu por causa do governo federal”, acrescentou.

Pausa
A OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) paralisou a discussão interna sobre a criação de um fundo para a compra de vacinas contra Covid-19. A proposta foi apresentada por uma advogada e pautada para a reunião do Conselho Federal na segunda-feira.

Regulamento
Como três conselheiros apresentaram pedidos de vista na sessão, entre eles aliados do presidente Felipe Santa Cruz, o tema voltará à pauta no próximo encontro. Ainda não está definido quem poderá acessar os imunizantes comprados pelos advogados e qual será a quantidade a ser adquirida.

Estado...
O Fórum Nacional de Governadores encaminhou um ofício ao presidente Jair Bolsonaro em que aponta problemas no abastecimento de medicamentos utilizados em UTIs.

...Grave
Treze governadores assinaram o documento em que é solicitada a compra emergencial de 11 medicamentos cujos estoques se encontram em pior situação.

Desaprova
O primeiro presidente do Banco do Brasil na gestão Bolsonaro, Rubem Novaes, afirmou não ter gostado da escolha feita para o cargo, após a renúncia de André Brandão, anunciada ontem. Ao Painel, disse que não se deve promover um coronel ao cargo de comandante do Exército.

Erro
Bolsonaro colocou no maior cargo do BB o administrador Fausto de Andrade Ribeiro, atual diretor-presidente da BB Consórcios. “O melhor, dadas as circunstâncias, seria um dos vice-presidentes do banco. Um vice seria bem aceito”, declarou.

Na mesma
Para Novaes, a mudança, no entanto, não significará novos rumos na política econômica do governo.

Estreia
O apresentador de TV Danilo Gentili admitiu a possibilidade de em breve iniciar uma carreira política durante aula na Academia MBL, plataforma de cursos do movimento, na quarta-feira. O MBL acompanha de perto.

Aberto
“Conversar estou aberto, converso, para entender o que dá para fazer. Se alguém chegar e falar assim 'vamos conversar porque é sério, isto aqui pode melhorar as coisas, isso aqui poderia ajudar o país' (...) e eu entender que existe uma possibilidade de atuar em algum campo que eu vou entender que vai trazer alguma melhora, eu estou aberto”, disse.

Indefere-se
O juiz Ricardo Leite, da 10ª Vara Federal em Brasília, negou pedido da AGU para acessar as mensagens hackeadas de procuradores da Lava a Jato apreendidas pela PF na Operação Spoofing. A AGU tenta também o acesso no Supremo Tribunal Federal.

Reforçado
O MTST, liderado por Guilherme Boulos (Psol), terá uma representante na Bancada Feminista do Psol na Câmara Municipal de SP. Ana Paula Perles será assessora do mandato e encaminhará pautas do movimento.

Tiroteio
“No caminho que vai o comércio exterior da economia, Guedes virará um dos maiores geradores de emprego, só que na China.” De Marcelo Ramos (PL-AM), vice da Câmara, sobre a redução de 10% da alíquota de imposto para importação de eletroeletrônicos.

MATÉRIAS RELACIONADAS