Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Painel

Painel

Colunista

Folha de São Paulo

Expertise

| 25/02/2021, 09:07 09:07 h | Atualizado em 25/02/2021, 09:12

Na expectativa de receber 78 mil doses de vacinas contra a Covid-19 do Ministério da Saúde, ontem, o governo do Amazonas viu chegar apenas 2.000.

O estado vive crise na pandemia desde o começo do ano, com UTIs lotadas. De acordo com envolvidos, a cota do estado foi enviada de forma equivocada para o Amapá, que esperava receber a quantidade de 2.000 doses.

A confusão virou motivo de deboche entre secretários, por ser mais um erro de logística da pasta de Eduardo Pazuello.

Opa
Juan Mendes, secretário de Saúde do Amapá, disse que ainda não tinha sido informado oficialmente do equívoco pelo Ministério da Saúde. “Essa informação está inclusive no documento de entrega do Dlog (Departamento de Logística), mas ainda não fomos informados pelo Ministério da Saúde”, afirmou.

GPS
“Houve alguma confusão, a gente recebeu apenas 2.000. Estamos ligando para o Ministério da Saúde”, disse Wilson Lima (PSC), governador do Amazonas. Segundo ele, novo lote deve chegar até o fim de semana e o estado deve ter vacina suficiente até o meio de março.

Vácuo
O Ministério da Saúde foi procurado pelo Painel, mas não se manifestou.

Mudou
A Universidade de São Paulo decidiu fazer virtualmente o processo de matrícula de seus alunos em 2021. O Painel mostrou ontem que havia temor entre estudantes e funcionários a respeito de uma etapa do processo que estava prevista para ser realizada presencialmente em abril.

Pressão
O Centro Acadêmico XI de Agosto, que representa alunos da Faculdade de Direito, tinha enviado um ofício cobrando mais explicações e pedindo que o processo fosse integralmente online.

Avisa
Funcionários da Câmara criaram um canal para envio de denúncias sobre aglomerações, falta de uso de máscaras, casos de contaminações e qualquer tipo de comportamento que possa facilitar a transmissão da Covid-19 na Casa.

Gripezinha
O sindicato dos servidores também anunciou uma ação judicial para evitar o trabalho presencial. Somente ontem, diz o sindicato, mais de 3 mil visitantes, além dos servidores, estiveram na Câmara e um gabinete chegou a ser interditado após a comprovação de contaminação.

Rasgado
A PEC (Proposta de Emenda à Constituição) que limita as possibilidades de punições, inclusive prisões, a deputados e senadores foi duramente criticada por investigadores. Para policiais e procuradores que estão na linha de frente de inquéritos, trata-se de um retrocesso significativo para o combate à corrupção e vai na contramão dos anseios da população.

Tradutor
Nesse grupo, o apelido dado para a proposta foi de PEC da Blindagem.

Juntos
No STF, o texto também foi criticado e deve unir a maioria dos ministros contra a maior parte dos pontos em debate. No entanto, alguns dizem que há pontos importantes na PEC, que vão dar maior segurança jurídica a algumas situações, como busca e apreensão dentro do Congresso.

Silêncio
O juiz Flávio Itabaiana não vai comentar o julgamento no Superior Tribunal de Justiça (STJ) que cancelou sua decisão para quebras de sigilo bancário e fiscal de Flávio Bolsonaro. O juiz afirma que a lei orgânica da magistratura não permite qualquer manifestação nesses casos.

Vermelho
A PGR apresentou denúncia contra os ex-presidentes da Câmara Eduardo Cunha (MDB) e Arlindo Chinaglia (PT-SP), e outras 15 pessoas envolvidas em suposto esquema de pagamento de propina em troca de apoio à Odebrecht em contratos para construção de hidrelétricas no Rio Madeira.

Tipos
Chinaglia é acusado de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Cunha, por sua vez, foi denunciado somente por corrupção passiva por ter solicitado os valores repassados ao petista.


Tiroteio
“Salles quer destruir a biodiversidade com sua política antiambiental e demonstrou desprezo pela vida das pessoas”
Do deputado Nilto Tatto (PT-SP) sobre o ministro do Meio Ambiente não cumprir o isolamento oito dias após contrair a Covid-19.

MATÉRIAS RELACIONADAS