Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Mundo Digital

Mundo Digital

Colunista

Eduardo Pinheiro

Wi-Fi pública e doméstica: entenda os riscos

Coluna foi publicada no domingo (12)

Eduardo Pinheiro | 15/05/2024, 17:26 17:26 h | Atualizado em 15/05/2024, 17:26

Imagem ilustrativa da imagem Wi-Fi pública e doméstica: entenda os riscos
|  Foto: © Divulgação/Canva

As redes de Wi-Fi estão disseminadas por todos os locais, tornando-se cada vez mais essenciais para nos manter conectados de maneira econômica e com qualidade. Seja em shoppings, restaurantes, aeroportos, no trabalho ou pelas ruas, frequentemente buscamos uma rede disponível para realizar nossas atividades diárias, tanto pessoais quanto profissionais.

No entanto, é crucial estar atento aos cuidados necessários ao usar essas redes, que são alvos crescentes de hackers e cibercriminosos. Casos de armadilhas digitais criadas por esses indivíduos são comuns, resultando em prejuízos para os usuários desprevenidos.

Geralmente, as pessoas buscam redes Wi-Fi por velocidades de navegação mais altas, economia no plano de dados e menor consumo de bateria. Contudo, essa procura pode se converter em grandes problemas para o usuário. Em ambientes públicos, seja em redes Wi-Fi abertas ou protegidas por senhas, há um risco significativo de se deparar com uma armadilha digital que pode invadir dispositivos conectados e capturar dados importantes. Frequentemente, as vítimas não percebem que foram hackeadas e, involuntariamente, fornecem informações sensíveis aos criminosos, resultando em prejuízos.

Ao utilizar redes Wi-Fi públicas, é necessário adotar precauções, como evitar acessar sites de bancos, e-mails e redes sociais, além de desviar de links que podem ser armadilhas para instalar códigos maliciosos. Estes podem controlar recursos do dispositivo, como câmeras e dados armazenados, incluindo conversas em aplicativos como WhatsApp ou Telegram.

Se for inevitável usar uma Wi-Fi pública, é recomendado limitar o uso a pesquisas rápidas que não comprometam sua segurança digital, como verificar um endereço ou o preço de um produto.

Em relação às redes Wi-Fi domésticas, é essencial protegê-las para evitar que indivíduos mal-intencionados explorem vulnerabilidades e invadam a rede para fins nocivos, como captura de dados ou uso indevido da conexão. É aconselhável alterar regularmente os dados de login e senha do roteador, bem como o nome da rede, pois manter as configurações padrões facilita o trabalho dos hackers, que muitas vezes possuem tabelas com essas informações distribuídas no submundo da internet.

Em suma, apesar das vantagens indiscutíveis das conexões Wi-Fi, ao usá-las é crucial estar consciente de que a transmissão de dados pelo ar abre espaço para exploração de falhas que podem comprometer todos os dispositivos conectados à rede.

Portanto, mantenha-se alerta às dicas de segurança e lembre-se de que, nos dias de hoje, a proteção digital é fundamental para evitar maiores problemas.

- Eduardo Pinheiro é consultor de tecnologia da informação

SUGERIMOS PARA VOCÊ: