Login

Imagem ilustrativa da capa de fundo do colunista Martha Medeiros

Martha Medeiros

Imagem do colunista Martha Medeiros

Martha Medeiros

Aquarius

20/12/2020 11:28:18 min. de leitura

Imagem ilustrativa da imagem Aquarius
O filme Hair está na minha lista dos “dez mais”, não por ter atuações inesquecíveis ou um roteiro fora de série, mas pela sua atmosfera, bem ao estilo “um novo mundo é possível”. Eu era uma adolescente quando assisti pela primeira vez e virei uma hippie incurável – ao menos na alma, e a alma é tudo o que importa. Não há quem não reconheça sua música de abertura. Aos primeiros acordes, nossa pulsação acelera, e acelera mais, até que entra a voz da cantora Ren Woods: “When the moon is in the seventh house/and Jupiter aligns with Mars...”

É a conjunção cósmica que inaugura a Era de Aquário. Mesmo não acreditando em astrologia, não me deixe aqui sozinha, permaneça no texto. Vamos dar as mãos e let the sunshine in (quem não é meio hippie?)

Dizem que a partir deste 21 de dezembro, as vibrações astrais serão alteradas e os tempos sombrios se vão. Claro que nada será perceptível no primeiro minuto, nem no segundo (provavelmente em alguns anos), mas é científico e inegável: a incivilidade do planeta está por um fio.

De minha parte, tenho pressa em testemunhar esta transição, então não vou colocar uma flor no cabelo e esperar sentada. Quero dar um empurrãozinho. O “paz e amor” tem que ser para já.

Nosso passatempo preferido tem sido detonar uns aos outros. Nunca fomos tão bélicos, agressivos, insuportáveis. Materialismo, consumismo, desrespeito ao meio ambiente, estresse, competitividade, tudo culminando neste 2020 pavoroso. Chega.

Sai a tensão, entra a harmonia. Valores mais humanistas, um olhar mais pacífico para a vida. Espero que não estejamos destreinados para a delicadeza.

O vento começará a soprar a favor, então que a gente aproveite para varrer os destroços e construir uma sociedade mais coletiva, aberta e do bem.

Vamos usar a tecnologia para nos unir, não para disparar mentiras e ofensas. Valorizemos aqueles que produzem ideias novas e arte de qualidade. Aqueles que desenvolvem vacinas, energia limpa, fórmulas contra o desperdício.

Aqueles que impulsionam um novo progresso, não mais relacionado a poder, hierarquia e dinheiro, e sim a uma evolução espiritual e fraterna. Caramba, o mundo é um só e é de todos.

Estou viajando na maionese? Não acho. Esgotamos nossa capacidade de ser egoístas e autocentrados. Tem gente à beça precisando de soluções, não de mais problemas.

Há um limite para a ganância. É natural que os astros se realinhem no céu e tragam uma onda de simplicidade, fazendo com que as pessoas parem de ostentar e cultivem sua essência primária. O ego implora por uma trégua.

Não é apenas um desejo meu, mas uma perspectiva real a ser comemorada. A Era de Aquário inicia nesta segunda-feira. Primeiro dia da semana. Primeiro passo rumo a um 2021 menos pesado e a um futuro mais solar. Pode crer.