Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Gilmar Ferreira

Gilmar Ferreira

Colunista

Gilmar Ferreira

Minhas impressões

| 03/02/2020, 08:58 08:58 h | Atualizado em 03/02/2020, 09:02

É triste ver a mediocridade do futebol praticado pelos clubes cariocas — excetuando-se o Flamengo que, até aqui, tentou ao menos exibir ideias de jogo coletivo mais bem trabalhadas.

Tudo bem que falamos de uma base trabalhada há mais tempo e que o ano está só no início. Mas a valorização da posse de bola tem sido tão dolorosa e densa que chega parecer que a deficiência seja consequência da falta de treinamento. Que não deve ser verdade...

Botafogo 1 x 0 Vasco

O gol de Igor Cássio no final talvez tenha sido um castigo duro para o Vasco. Mas premiou um Botafogo que tenta se reerguer a partir da entrega de um time igualmente jovem, de jogadores feitos na base. Um time ainda cheio de carências, mas com um talentoso Bruno Nazário capaz de preencher os espaços ofertados pelo adversário.

A lucidez do meia foi fundamental na vitória sobre um Vasco escalado com seu time sub-20.
Aliás, foi, sim, a melhor atuação sob o comando de Abel Braga, ainda que o jogo seja mais baseado no individual do que no coletivo. Enquanto o treinador não receber reforços, o time vai padecer. Porque não é assim que se aproveita a base.

A terceira derrota em cinco jogos aumenta a impaciência da torcida, que tem razão em cobrar do presidente do clube. É visível o mau planejamento do departamento de futebol e a falta de liderança na pasta tira a esperança de qualquer um.

Fluminense 0 x 1 Boavista

Odair Hellmann já utilizou 22 jogadores em cinco jogos do Campeonato Carioca. Faz experimentações, ensaia variáveis de jogo e vai extraindo informações para a construção do padrão ideal para o restante da temporada. Em tese, a melhor estratégia.

É preciso, no entanto, ter respeito com o torcedor. E o time que foi a campo no sábado não soube aproveitar o bom momento da relação.

Preguiçoso, arranhou o cristal lustrado na vitória sobre o Flamengo com uma derrota absolutamente sem sentido para o Boavista.

Resende x Flamengo

Os titulares de Jorge Jesus que fizeram sucesso em 2019, ou quase todos eles, reassumem o protagonismo no jogo desta noite, contra o Resende, no Maracanã.

Como o zagueiro espanhol Pablo Marí foi negociado com o Arsenal/ING, o ex-santista Gustavo Henrique fará a estreia dele.

A torcida do Flamengo já comprou 35 mil ingressos porque não dá para imaginar outro resultado senão a vitória por boa margem de gols.

MATÉRIAS RELACIONADAS