Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Gilmar Ferreira

Gilmar Ferreira

Colunista

Gilmar Ferreira

Minhas impressões

Coluna foi publicada nesta segunda-feira (05)

Gilmar Ferreira | 04/03/2024, 12:49 12:49 h | Atualizado em 04/03/2024, 12:48


Imagem ilustrativa da imagem Minhas impressões
Léo Pereira e Pedro, do Flamengo, celebram o terceiro gol da equipe no duelo contra o Madureira |  Foto: Reprodução/Instagram Flamengo

O Flamengo venceu o Madureira, sábado (02), no Maracanã, por 3 a 0, e conquistou de forma invicta a sua 24ª Taça GB - competição disputada desde 1965. Reitero: até o final dos anos 80 o título do torneio teve mais do que glamour. Mas o troféu renova autoestima e a galeria do clube. Nas últimas quatro edições, seu vencedor foi também o campeão estadual. E isso, de certa forma, aumenta a expectativa para a semifinal entre rubro-negros e tricolores.

Este ano, a dupla Fla-Flu não fará a final, como vem ocorrendo desde 2020. Um deles decidirá o título com o vencedor do outro duelo em 180 minutos entre Nova Iguaçu e Vasco.

Flamengo 3 x 0 Madureira

O time de Tite ainda não perdeu em 2024. Somou oito vitórias em onze jogos (três empates), fez 23 gols e sofreu apenas um – mesmo assim, com um time sub 22. E isso ocorre porque além da qualidade conhecida, técnica e competitiva, os jogadores se encaixaram no sistema rapidamente.

E como o trio Vina, De la Cruz e Arrascaeta vão melhorar o entrosamento, a tendência é que o Flamengo seja ainda mais robusto e imponente.

Fluminense 2 x 4 Botafogo

Independentemente da escolha dos treinadores que optaram por poupar os titulares, o confronto no Maracanã ofereceu momentos marcantes para os torcedores alvinegros.

O Botafogo se impôs com naturalidade e desenvoltura e depois, quando o Fluminense equilibrou o controle e conseguiu empatar em 2 a 2, teve forças para fazer mais dois gols e selar a terceira vitória seguida - sequência que não fazia desde julho de 2023.

O time sai emocionalmente mais forte para medir forças com o Bragantino pela Libertadores. Os tricolores, campeões da Recopa, sentiram a pegada alvinegra e perderam a chance de evitar o Fla-Flu na semifinal.

Vasco 4 x 0 Portuguesa

Payet voltou ao time e levou o Vasco às semifinais do Estadual com a autoestima elevadíssima. O francês tem jogado o fino da bola e hoje à nível regional está mesmo fazendo a diferença.

O Vasco de Ramón Díaz adquiriu “competitividade portenha” e joga um futebol bonito de ser visto. O confronto com o Água Santa pela Copa do Brasil na quinta-feira (7) trará outro nível de complexidade.

Será, portanto, ótimo medidor de frequência para os confrontos com o Nova Iguaçu.

Ficamos felizes em tê-lo como nosso leitor! Assine para continuar aproveitando nossos conteúdos exclusivos: Assinar Já é assinante? Acesse para fazer login

SUGERIMOS PARA VOCÊ: