Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Gilmar Ferreira

Gilmar Ferreira

Colunista

Gilmar Ferreira

Minhas impressões

| 25/07/2022, 10:42 10:42 h | Atualizado em 25/07/2022, 10:43

A presença do Fluminense de Fernando Diniz no G-4 ao final da primeira metade da Série A embaralha as cartas, embaça o cenário e reforça o discurso do líder Abel Ferreira, treinador do Palmeiras, sobre peculiaridades do futebol brasileiro: a principal delas, de que o clube de maior orçamento tem vaga garantida entre os que disputam o título.

E tomemos Flamengo e Atlético-MG como exemplos. A média de pontos do campeão nas últimas cinco edições é 79,4 pontos. Façam suas contas…

Fluminense 2 x 1 Bragantino

Os 34 pontos somados nas primeiras 19 rodadas se traduzem na melhor campanha do Fluminense num turno nas últimas dez edições da Série A. Mérito de Fernando Diniz que voltou a dirigir o time na quinta rodada e com nove vitórias e três empates somou 30 pontos e o levou da 16ª ao terceiro lugar. 

O futebol é imponente, o jogo flui com naturalidade e o equilíbrio entre defesa e ataque garante a média de dois pontos por partida. 

Avaí 1 x 2 Flamengo

Há duas fases na campanha rubro-negra no turno da mais baixa pontuação desde os 29 de 2017. Os nove jogos iniciais com Paulo Sousa e os últimos oito com Dorival Júnior. 

Houve visível melhora à partir da distribuição dos jogadores e maior entrega na retomada da bola. A série contra adversários da parte de baixo da tabela ajudou na escalada. 

Dos cinco adversários à frente, o Flamengo só venceu o Fluminense - ainda na fase com Paulo Sousa.  

Botafogo 2 x 0 Athletico/PR

Apesar das dificuldades, o time montado às pressas e desfigurado por lesões, fechou o turno com 24 pontos. É mais da metade dos 44 que costumam garantir a permanência na Série A. 

Mas próximo à média das últimas seis participações do clube na Série A (23,5) com duas quedas à Série B. Os 2 a 0 do ultimo sábado foi sobre um time que compete na parte de cima da tabela - ainda que com os titulares poupados pele treinador. 

Vila Nova 1 x 0 Vasco

A derrota na estreia do returno da Série B acendeu a luz amarela: Maurício Souza se perdeu na ideia de tornar o time mais agressivo e estragou o mínimo de bom em termos defensivos que levou o clube ao G-4. 

A demissão do treinador foi saída estratégica para não deixar que a insatisfação da torcida contaminasse o campo. Paulo Bracks e Carlos Brazil têm a missão de ajustar o rumo. Time fez um jogo pavoroso em Goiânia.

Ficamos felizes em tê-lo como nosso leitor! Assine para continuar aproveitando nossos conteúdos exclusivos: Assinar Já é assinante? Acesse para fazer login

MATÉRIAS RELACIONADAS